05/10/2017

Jessica Capshaw fala sobre nova temporada de Grey's e Arizona Robbins

BY Joice IN , , No comments

A atriz falou um pouco do que vem por ai não só para o personagem dela mas também para a série no geral. E de como as mudanças que ocorreram tanto no elenco, quanto nas histórias irá afetar toda a dinâmica de Grey's Anatomy.
Fiz um batidão da entrevista, traduzi as principais perguntas, segue abaixo:


Que coisa mais linda *_*



M.C: Como as mudanças em Grey's Anatomy estão indo até agora ??
J.C : Você não irá achar ninguém na serie ou próxima do show, que não perceberá que as coisas irão ter um ar parecido como do começo da serie em si, eu nem estava la no começo, mas vamos dizer que é o começo e mais eu. Grey's começou com uma faísca , e as pessoas ao redor foram formando esse incêndio que é  a série, e mantendo esse fogo acesso até agora, Shonda e os produtores, escritores, foram espertos o suficiente em manter esse fogo e retomando ao incêndio sempre que preciso, sabe. Pessoas foram saindo e novas foram entrando no elenco, mas os escritores sempre encontraram um equilíbrio para que esse fogo não parasse de queimar. E então estamos aqui, todos podendo assar seus marshmallows , ao nosso redor. (rs)
E agora estamos voltando a essa faísca inicial , alguns personagens têm 14 anos na série,  e há um conjunto diferente de desafios, mas tem o mesmo tipo de humor antigo. Eu acho que esta temporada vai ser realmente engraçada. No início do show, que eu lembro como espectadora, de vez em quando haveria um enredo que era super absurdo, dramático , e você simplesmente se deixava levar com a história, e você sempre acabava em algum tipo de uma batalha emocional. Você vai ver mais disso. "

M.C: Quando Arizona chegou a série, ela veio como um personagem novo e animado, e ao longo  da série ela foi levada para histórias obscura, o que essa jornada significa para o personagem?
J.C: "Nas ultimas temporadas, houve uma espécie de lado escuro para Arizona,  pós acidente de avião,  e por uma boa razão. Havia pedaços divertidos também, dava pra ver o personagem que as pessoas tinham conhecido inicialmente estava definitivamente lá, mas talvez não tão radiante como ela era. Não que eu esteja me chamando de radiante! Mas eu acho que o Arizona é radiante. Ela é feita de brilho, e sempre houve algo sobre ela que é muito divertido de interpretar, que deu certo com as pessoas. Esta temporada , Eu acho, é um retorno desta Arizona ".

M.C: Na ultima temporada, foi a primeira sem a Sara Ramirez, que foi sua principal companheira de cena, como foi de repente estar sem sua outra metade?
J.C : No nosso trabalho, nos passamos tanto tempo juntos que acabamos criando um laço familiar. Alguns relacionamentos realmente fortes, e duradouros. Sara e eu tivemos momentos maravilhosos, criamos um vinculo ótimo. E criou-se um grupo de fãs que realmente torcia pelo relacionamento da Callie e da Arizona, e isso era lindo, e tudo que fazíamos era de melhor para honrar esse carinho. Interpretamos esse casal de uma maneira que pudêssemos nos orgulhar dessa história, e foi realmente maravilhoso.
Mas então, Sara precisou ir, seguir o caminho dela e dissemos adeus. Nós tivemos momentos de dizer 'Meu Deus, vai em frente, boa sorte nesse seu novo caminho" Mas a personagem vai viver eternamente em algum lugar no mundo Shondland. É realmente divertido fazer parte de um relacionamento tão longo, porque te desafia em diferentes formas e caminhos durante o tempo todo. Mas é divertido esta aprendendo e crescendo, conhecendo novos atores que também te desafiam de certa forma, então eu posso dizer que a resposta é foi doce e amargo ao mesmo tempo.

M.C: Você interpreta uma personagem gay a 9 anos em uma série de horário nobre na televisão, como tem sido esta experiência e a resposta do publica com relação a isso?
J.C: Não tem nem como começar a falar de como incrível é para mim receber através de cartas, emails,  tweets ou comentários no instagram, o carinho e o que me falam me emociona. Através dessas pessoas que de certa forma tiveram seus momento ou até suas vidas movidas por conta deste personagem . Eu não podia imaginar isso, jamais. Quando entrei na série não sabia que Arizona iria ser lésbica, e eu nunca poderia saber o quanto isso iria ser importante para mim também. Em um momento, em um país, em um mundo, que contar a história de um personagem gay na televisão aberta, realmente significa algo para as pessoas. Mas as necessidades mudam com o tempo, posso dizer as diferenças das cartas que recebia no começo e as que recebo hoje, principalmente do publico mais jovem, a forma mais ousada e corajosa que eles estão abraçando quem realmente são, sem medo. Eu amo isso.

M.C: Vários atores dirigiram episódios nos últimos anos na série, você tem essa vontade?(sic)
J.C: Eu fiquei sabendo que um outro ator(a) irá dirigir um episódio ainda nesta temporada, nem irei dizer quem, para não dar spoiler. Mas eu pergunto a eles ''Porquê vocês fazem"? E eles dizem que é uma grande forma de aprender e fazer isso, dirigir sabe, e jamais eles iriam deixar essa chance passar, mas eu? Eu tenho 4 filhos, talvez quando eles crescerem mais.

M.C: Como esta sendo a volta da Kim Raver na serie??
J.C: O meu Deus, eu amo a Kim, estou muito feliz que ela voltou , ainda que só um pouquinho.Como dizem " Uma vez em Shondaland você esta sempre em Shondaland" E é verdade. Você esta no meio de tudo, você esta na história, você se torna uma das pessoas dela (Shonda). Então você nunca pode dizer NUNCA , porque a não ser que o personagem tenha morrido, você sempre pode voltar, e ainda assim, pode voltar como fantasma.

M.C: Como vocês irão celebrar os 300 episódios?
J.C: Nós iremos comer muito bolo, meu amigo.


Para mais da entrevista
Fonte: marieclaire.com

0 comentários:

Postar um comentário