14 outubro 2014

11x02- Puzzle With a Piece Missing- Narração



“Eu amo enigmas. Desde que eu era criança. Meu recorde das palavras cruzadas do New York Times é 11 minutos. Eu tinha 13 anos. Ainda estou tentando melhorá-lo. Tudo bem, isso soa prepotente. Eu só quero dizer que, quando eu pego um enigma, eu não posso abandoná-lo até resolvê-lo. Eu acho que enigmas são a razão de eu ter entrado na medicina. É sobre o que a medicina é. Recolher toda a informação disponível. Acessar o problema. Você foca sua atenção. E você resolve o enigma. As pessoas são um enigma mais difícil. Nunca tem uma resposta certa. E você nunca tem toda a informação........A maioria dos enigmas acaba com uma última peça de falta de informação. Onde tem a resposta para um mistério médico ou para a pergunta de quem você é, onde você se encaixa. Tudo acaba naquela última peça. É por isso que é tão satisfatório colocar a última peça em um quebra cabeça. A menos, é claro, que a peça não se encaixe. Isso pode fazer você desejar que nunca tivesse nem aberto aquele enigma.”


“I love puzzles. Since i was a kid. My record for the friday New Tork Times crossword is 11 minutes. When i was 13. I’m still trying to beat that. Okay, that sounds braggy. I just mean, once I pick a puzzle up, I can’t put it down until it’s solved. I think puzzles are why I went into medicine. That’s most of what medicine is. Gather all available information. Assess the problem. You focus your attention. And you solve the puzzle. People are a harder puzzle. There’s never one right answer. And you never have all of the information.......Most puzzles come down to one last missing piece of information. Whether it’s the answer to a medical mystery or to the question of who you are, where you fit. It all comes down to that last piece. That’s why the final piece of a jigsaw puzzle is so satisfying to place. Unless, of course, the piece doesn’t quite fit. That can make you wish You’d never opened the puzzle in the first place.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário