05/05/2014

Narrações 10 ª temporada

BY Joice IN , , , , , , , , No comments

Gente andei meio ausente ( desculpa) e a galera do blog postou o que pode das narrações, achei o restante agora e vou postar por episódios que faltaram,  aqui ok?!

Narrações até o episódio 10x21




10x10-  Somebody That I Used To Know
“O corpo é uma massa infinita e complexa de um sistema se interagindo. As pessoas gostam de pensar que os médicos veem tudo com clareza. Mas nem sempre é óbvio que há uma falha no sistema ou se é um desastre médico. Descobrimos isso em nosso primeiro ano de residência. Passamos o resto de nossas carreiras mentindo sobre isso”....“É só um resfriado. Seja forte. Vai passar. Não há nada errado. Somos médicos. Nós saberíamos se houvesse algo de errado. Vai ficar tudo bem. Não há nada de errado.”
"The body is an infinitely complex mass of interacting systems. People like to think doctors see it all clearly. But it's not always obvious what's a hiccup in the system and what's full-on medical disaster. We figure that out in our first year of residency. We spend the rest of our careers lying about it."...."It's just a cold. Muscle through it. It'll pass. Nothing's really wrong. We're doctors. We'd know if something was really wrong."

10x11- Man on the Mon
“Todo médico tem um segredo. Somos todos cientistas competitivos. Na escola nós fizemos os maiores e melhores vulcões, que entravam em erupção com lava falsa de verdade. No colégio, nós passamos horas trabalhando em nosso labirinto de rato. Para que um dia sejamos a pessoa que mudou a medicina. Para sempre”......Às vezes a chave para progredir é reconhecer como dar o primeiro passo. Então você começa a sua jornada. Você espera pelo melhor. E você fica com isso, todos os dias. Mesmo que esteja cansado, mesmo que queira desistir, você não desiste. Porque você é um pioneiro. Mas ninguém falou que seria fácil”.
Every doctor has a dirty little secret. We’re all competitive science nerds. In grade school, we made the biggest and best volcanoes which erupted actual fake molten lava. In junior high, we spent hours laboring over our rat mazes. So that one day, we’d be the person who changed the face of medicine forever...Sometimes, the key to making progress is to recognize how to take that very first step. Then you start your journey. You hope for the best and you stick with it, day in, day out. Even if you’re tired, even if you want to walk away, you don’t. Because you are a pioneer. But nobody ever said it’d be easy.

10x12 - Get Up, Stand Up

“O fracasso é inevitável. Todo cientista já ouviu “não” várias vezes. Os que nunca esquecemos. Os que mudam nossas vidas. São os únicos que não aceitam “não” como resposta”....Fracasso é inevitável. Inescapável. Mas fracasso nunca deve falar por último. Você precisa se agarrar no que quer. Você não deve aceitar “não” como resposta. E aceitar o que vem até você. Nunca abandone. Nunca desista. Levante-se e pegue”.
“Failure is an inevitability. Every scientist was told so. Over and over. The ones we remember, the ones who changed our lives. They are the ones who wouldn’t take no for an answer....Failure is inevitable. Unavoidable. But failure should never get the last word. You have to hold on to what you want. You have to not take “no” for an answer, and take what’s coming to you. Never give in. Never give up. Stand up. Stand up, and take it.”

(Episódios 13 e 14 ja postados aqui no blog)
10x15-  Throwing It All Away
Você sabe o seu cóccix? Ela costumava ser uma cauda. Essa parte rosa no canto de seu olho? É sua terceira pálpebra. O apêndice era usado para nos ajudar a digerir alimentos difíceis. Agora ele não faz nada. A história da nossa evolução é a história do que deixamos para trás, o que temos descartado. Nossos corpos só fica com as coisas que é absolutamente preciso. As coisas que já não têm uso, desistimos, nós deixamos ir ... Por que é tão bom para se livrar das? Descarregarr? Deixar ir? Talvez porque quando vemos o quão pouco que precisamos para sobreviver, faz perceber-mos o quão poderosos que realmente somos. Para tirarmos tudo que não é preciso e ficarmos apenas com o que é vital, não só pra nossa existencia como para nossa evolução. 
You know your tailbone? It used to be a tail. That pink part in the corner of your eye? Your third eyelid. The appendix used to help us digest tough foods. Now it does nothing. The story of our evolution is the story of what we leave behind, what we've discarded. Our bodies only hang on to the things we absolutely need. The things we no longer have use for, we give up, we let go...Why does it feel so good to get rid of things? To unload? To let go? Maybe because when we see how little we need to survive, it makes us realize how powerful we actually are. To strip down to what we really need. To hang on to only what we can’t do without. Not just to survive but to thrive. 

10x16 - We Gotta Get Out Of This Place
"Há uma fase que se passa durante o parto. E é a parte mais difícil. É a fase da transição. Você se esforça tanto por tanto tempo. Você fica exausta, cansada. E não há nada para mostrar todo seu esforço. Nessa fase de transição, parece que você não vai conseguir continuar. Mas é só porque você está quase lá...Transição é movimento de um ponto da vida para outro diferente. E pode ser como um túnel sombrio e assustador. Mas é preciso atravessá-lo. Pois o que te espera lá... pode ser glorioso! " 
-Não achei em Inglês

10x17- Do you Know (Narração Cristina Yang)

Você sabe quem você é? Sabe o que aconteceu com você? Você quer viver desse jeito?
Você só precisa de uma pessoa, um paciente, um momento para mudar a sua vida para sempre. Ele mudará sua perspectiva, clareará suas ideias, um momento que te força a reavaliar tudo que acredita. 
Você sabe quem você é? Sabe o que aconteceu com você? Você quer viver desse jeito?
 10x18- You Be Illin
Em média uma pessoa toca seu rosto cerca de 18 vezes por hora. Isso te deixa suscetível à infecções cerca de 100 vezes por dia. A infecção tem um péssimo hábito de tirar vantagem dos nossos comportamentos cotidianos. Ele se espalha, quando tocamos, mesas, botões de elevador, canetas, compartilhamos copos, até mesmo dinheiro. Tudo o que podemos fazer é tentar o nosso melhor para evitar a sua propagação, porque uma vez que ela esta 'la fora' a infecção geralmente sai vencedora... É um fato conhecido que os médicos são os piores pacientes. Nós ignoramos nossos sintomas até que estejamos de bruços no chão. Nós gostamos de pensar que somos uma espécie diferente dos nossos pacientes, mas nenhum de nós é invencível. Eventualmente, temos que encarar o fato de que somos humanos e que, por vezes, até mesmo o mais poderoso de nós, precisamos de ajuda.
The average person touches their face about 18 times every waking hour. That leaves you susceptible to infection about 100 times a day. Infection has a nasty habit of taking advantage of our everyday behaviors. It spreads by touching doors, desks, elevator buttons, pens, sharing cups, even money. All we can do is try our best to prevent it from spreading because once it’s out there, the infection usually wins....It's a known fact that doctors make the worst patients. We ignore our symptoms until we are face down on the ground. We like to think we're a different species than our patients but none of us are invincible. Eventually we have to face the fact that we’re human and that sometimes, even the mightiest of us, need help. 

10x19- I'm Winning
A Harper Avery é um dos maiores prêmios que um cirurgião pode ganhar. Eles sempre ligam para os candidatos na mesma sexta-feira do mesmo mês ás 08:00 (costa leste) 05:00 em Seattle. ....Minha mãe não achava que ela ia ganhar. Ela pensou que era um concurso de popularidade, e ela não era popular. Ela era uma mulher, uma colega e sua arrogância poderia, impressionar as pessoas de forma errada . Ela não se permitiu imaginar a possibilidade de ganhar, porque ela queria muito. Então, quando chamaram o nome da minha mãe, ela estava genuinamente chocada. Foi o reconhecimento de todo o seu trabalho e sacrifício. Ela chegou em casa e me disse que ela não só ganhou o Harper Avery, ela MERECEU.
 The Harper Avery is one of the highest awards a surgeon can earn. They always make the call to the nominees on the same friday of the same month at 8 A.M. east coast time, 5 A.M. in Seattle.
My mom didn't think she'd win. She thought it was a popularity contest and she wasn't popular. She was a woman and fellow and her arrogance could rub people the wrong way. She hadn't allowed herself to imagine the possibility of winning because she wanted it too much. And when they called my mom's name, she was genuinely shocked. It was validation of all her handwork and sacrifice. She came home and told me she didn't win the Harper Avery, she earned it.

10x20 - Go It Alone
A cirurgia é um ato de solo. Damos um passo até a mesa com um bisturi em nossas mãos e vamos sozinhos. O isolamento pode começar a defini-lo, porque mesmo que você esteja cercado por uma equipe, o que realmente vem a tona é a sua formação, suas escolhas, sua inteligência, suas mãos, seu ponto. Tudo se resume apenas a você .... Cirurgiões são treinados para ser sozinho. Para ser um artista solo. Para ser um maverick, tanto dentro como fora da sala de operações. Mas a verdade é que nunca estamos sozinhos. Estamos nos ombros daqueles que vieram antes de nós. Estamos lado a lado com as faculdades que nos apoiaram, nos preparou para o momento em que todo cirurgião vive. Quando tudo se resume a sua formação, suas escolhas, sua inteligência, suas mãos, seu ponto. Quando tudo se resume a você.
Surgery is a solo act. We step up to the table with a scalpel in our hand and we go it alone. The isolation can start to define you because even though you're surrounded by a team, what it really comes down to is your training, your choices, your wits, your hands, your stitch. It comes down to just you....Surgeons are trained to go it alone. To be a solo artist. To be a maverick, both in and out of the O.R. But the truth is, we are never alone. We stand on the shoulders of those who came before us. We stand side by side with the colleges who have supported us, prepared us for the moment that every surgeon lives for. When it all comes down to your training, your choices, your wits, your hands, your stitch. When it all comes down to you. 

10x21 - Change Of Heart
Ao longo dos últimos 20 anos, uma das mais valiosas ferramentas de um médico tem sido as formulas. O grande problema do seu paciente vai para uma caixa. E, em seguida, a fórmula ajuda a decidir o que fazer a seguir. Mas o que acontece quando o problema não se encaixa em uma caixa? Bem ... Você derepente está por si só, de forma inesperada, com cerca de mil caminhos para escolher.... Então, o que você faz? Como você decide quando se vê no "escuro"? Como você vai saber que não esta cometendo o pior erro com a vida de alguém? Você fecha os olhos, você bloqueia tudo e todos ao seu redor. E rezar para que a voz dentro de você está certa. Porque uma vez que você decidiu, você não pode nunca mais voltar.
Over the past 20 years, one of the most valuable tools a doctor has is the algorithm. Your patient's main complaint goes into a box. And then the formula helps you decide what to do next. But what happens when the problem doesn't fit into a box? Well… You're suddenly on your own, unexpectedly, with about a thousand paths to choose from....So, what do you do? How do you decide when you're left in the dark? How do you make sure you're not making the worst mistake of someone's life? You close your eyes, you block out everyone and everything around you. And pray that the voice inside you is right. Because once you've decided, you can't ever go back.

0 comentários:

Postar um comentário