24/02/2013

9x16 - This Is Why We Fight - Review

BY nathycalassa IN , 28 comments

Tudo pelo Seattle Grace.



Chegamos num ponto em que nem é mais preciso dizer que Grey’s Anatomy fez mais um bom episódio. É rotina e acontece quase sempre. O quase, é claro, fica por conta da instabilidade psicológica de uma certa senhora que, como bem sabemos, pode mudar de personalidade a qualquer momento e colocar tudo a perder. Pensar assim a respeito de Grey’s Anatomy não é um preconceito, é uma precaução. Mas enquanto os louros e glórias forem merecidos e justos temos de fazê-lo. Essa semana foi excepcional. Divertida e emocionante de acompanhar, com um desfecho que foi bastante inesperado, para dizer o mínimo.
Quem poderia dizer que a venda do hospital seria tão bacana? No começo achei que a coisa toda seria chatíssima e super clichê, mas a história toda acabou rendendo e tendo consequências para todos os personagens. Quem não está envolvido diretamente é utilizado como a “visão de fora”, dando uma boa ideia do clima de terror e insegurança para centenas de pessoas, prestes a perderem seus empregos e a estabilidade financeira.
O problema no Seattle Grace está sendo bem trabalhado, assim como a luta para mantê-lo funcionando, seja por parte dos médicos ou do conselho. No fim das contas, Cahill e os membros da administração precisam resolver a situação e aqui não cabem muitos idealismos e utopias. O dinheiro fala mais alto, sempre. Apesar disso, até que, em Grey’s o desfecho foi “romântico”. Ao saber dos planos, Owen corre atrás de tempo, algo essencial para o sucesso da missão “vaquinha”. Sem ele, o trabalho, as estratégias e reuniões com investidores seriam inúteis e, pelo menos, ele compreendeu tudo com rapidez e não tivemos de aguentar o mimimi “Cristina, você não confia em mim” por mais do que 30 segundos.
Um ponto muito bem colocado foi a necessidade da participação de Richard e de gente com capacidade e experiência administrativas. O dinheiro da indenização era um bom começo, assim como a união de médicos de renome, mas Julian Crest aponta uma brecha bastante correta. Boas intenções não são nada sem boa administração de recursos e, achar que comandar um hospital é fácil e depende apenas de médicos competentes e espaço para medicina de ponta é uma ilusão. Basta saber se o novo dono do Seattle Grace terá pulso para lidar com tudo isso.
Gostei bastante do twist final. Bastante. Eu só comecei a esperar algo do tipo no final, quando Julian Crest já havia negado e não havia mais esperanças. Eu sabia (e todo mundo sabia também) que não ficaria assim, portanto, só saquei o desfecho naquele papo de Richard com Catherine. E achei bom, muito bom. Primeiro pela surpresa em si, depois pela expressão do próprio Avery ao ouvir “Mamãe te comprou um hospital!”. A cara de besta dele é absolutamente impagável, assim como a dos demais. Derek, Meredith, Cristina, Arizona e Callie ficam perplexos. Como esperar que, depois de tudo o que fizeram para salvar o Seattle Grace e serem donos do hospital eles virariam sócios minoritários de Avery? Isso vai movimentar o cenário, com toda a certeza.
Isso prova o quanto é possível para um personagem crescer nessa série. Avery não era mais destaque do que qualquer um dos novos internos é hoje, quando entrou em Grey’s Anatomy. Honestamente falando, gosto disso. Mas principalmente porque, aos poucos ele ganhou funções na série e não deixou de ser figurante de uma hora para outra. Stephanie vai ficar sentindo que é a “primeira-dama” do hospital depois dessa.
Além desse desenvolvimento central e toda a ação envolvendo os sobreviventes do acidente em reuniões de negócios cheias de expectativas, o movimento no hospital não parou. Gostei muitíssimo das conversas de Bailey com Heather, despejando todo seu recalque por Meredith, mas principalmente por dizerem em alto e bom som que ela é o coração do Seattle Grace. Bailey tem representado muito desse sentimento de perda que tem feito parte da trama e as falas de Kepner complementaram bem tudo isso.
O caso do menino com câncer, que aproxima ainda mais Karev e Jo foi lindo e mais uma vez, mostra o quanto o hospital faz a diferença na vida de tantas pessoas. O Seattle Grace é praticamente um personagem de Grey’s Anatomy. Um personagem importante. Sem ele nada disso existiria. Sem ele não estaríamos aqui por nove anos, comentando a mesma série e brigando por ela, quando não concordamos com alguma coisa. É muito bom notar que depois de tanto tempo ainda somos capazes de nos importar e de esperar por episódios cada vez melhores.
P.S*Muito boa a construção da fofoca em torno da venda do hospital por partes.

Escrito por: Camila Barbieri | Fonte: Séries em Série

28 comentários:

  1. Avery como chief? Esses produtores fumaram maconha? Foi uma jogada genial,ainda mais pra movimentar a storyline dele que já não era essas coisas,e com certeza vai mexer com Japril e tal mas...WTF?

    ResponderExcluir
  2. puta sacanagem essa né? O povo 'rala' e o Avery acaba se dando bem, mesmo que ele não esteja de acordo com tudo!! Realmente dona Shonda fez uma bela jogada!!
    e o mais espantoso é que não envolveu morte de ninguém kkkkk

    ResponderExcluir
  3. David Fertraz24/02/2013 16:03

    Muito bom essa Review falou tudo, cada dia q passa nessa temporada os episódios estão cada vez melhor, sem palavras

    ResponderExcluir
  4. Realmente, mais um episódio excelente. Vibrante e tenso, que prendeu muito a atenção. Mas a compra do SGMW pela Catherine colocar Avery no comando soa como uma jogada amadora, tipo, não tem tu, vai tu mesmo.

    Não me conformo que o pior residente que o hospital já teve (quem não se lembra das lambanças dele? Derrubou uma bandeja com instrumentos no meio da OS; tentou seduzir Altman para participar de cirurgias; quase matou um paciente da Callie) acabar como sócio majoritário de cinco cirurgiões reconhecidos mundialmente e ainda fazer parte do Conselho?

    Não gostei, mas como ele não suporta o peso do nome, tomara que esse plot gere novos ótimos ep, não para aumentar sua participação, que já é muito grande, na minha opinião, mas para criar mais tensões e disputas.

    Concordo com a introdução de Webber na negociação. Se Bailey é o coração do SGMW, Webber é o cérebro e não tinha como não tê-lo como aliado nessa jogada da compra do hospital. A rapidez de Owen em entender o jogo e segurar a venda também foi muito boa e só me faz gostar cada vez mais dele (eu que já o odiei vários dias).

    Não consigo gostar do casal Alex/Jô. Me parece uma grande forçação de barra um possível romance entre eles. Como já disse antes, acho que combinam tanto quanto macarronada com farinha. Não tem pegada... tesão. E ela é uma grande arrogantezinha que se acha a the best.

    E só eu que notei ou em meio à tensão pela espera do investidor, cenas de demonstração de carinho de Callie com Arizona? Pena que na cena em casa, com Sofia, embora demonstrasse que a relação delas é sólida, tenha sido um tanto fria, em que pese o tom de voz e as palavras de afeto e compreensão mútua.

    ResponderExcluir
  5. Um episódio que chegou a ser político, mas que foi sensacional. As histórias se cruzaram e nós ficamos aqui refletindo sobre a saúde dentro de uma sociedade capitalista. Cada personagem teve seu destaque. April Kepner, simplesmente deu vida ao enredo com suas cenas, seja compreendendo Hunt ou desabafando com Ross, em um momento em que ela mesma entendeu o quanto amadureceu.

    Agora para os fans de Calzona, embora o episódio não tenha tido nada relacionado somente as duas, foi fantástico. Calliope Torres demonstrou um carinho e uma atenção por sua esposa que acredito ser a única vez que acredito em Shonda quando ela diz que todos deveriam ter a sorte de ter um amor desses.

    ResponderExcluir
  6. Sobre Calzona, devo concordar com vc. Callie demonstrou um carinho e uma proteção especial a Arizona. Lindo, lindo, lindo.

    ResponderExcluir
  7. Todo mundo rala e o Avery que termina como chefe??? Shonda bebeu vodka com água de coco ou oq? No mínimo o Webber!

    ResponderExcluir
  8. Achei incrível que com tantos anos exercendo a medicina o Richard só tinha três mil p/ oferecer p a "vaquinha". Um médico renomado, que foi por anos diretor da ala cirúrgica do nosso hospital favorito, não gastou com filhos, pois não os teve tem menos dinheiro que eu? Meteu o dinheiro dele onde? Quanto um medico com o nível dele deve ganhar? CHOCADA! O.ó

    ResponderExcluir
  9. Naty Alcântara25/02/2013 08:04

    a cada dia percebo, por esse casal Calzona, que todo mundo devia ter um amor desses, tão maduras e resolvidas, sabem o que querem, se amam de uma forma incrível... verdadeiro exemplo de relação!!!!!!! amo amo amo


    E esse episódio, simplesmente incrível, e concordo com vc, cada um teve seu destaque na trama, e é claro, a tensão, as expectativas.. sempre me surpreendendo
    Cada vez mais apaixonada por essa série...

    ResponderExcluir
  10. Sinceramente nem sei muito bem que pensar deste episódio. Me custa um pouco como pessoa que vê a serie desde o dia 1, pensar que esta provavelmente será a última temporada da série e o que eles fazem? Arrastam a história do avião até pelo menos ao episódio 16. Qual é a lógica disso? Isto não é suposto ser uma série de relato da carreira da interna que virou atendente Meredith Grey? Não parece. Eu gostava de ver ela assumir-se como uma lider! Como uma Ellis Grey. Ou até provar que ela consegue ser melhor. Isso não irá acontecer com, mais uma vez, o hospital em reboliço. Essa história já foi contada quando o hospital se fundiu com o Mercy West, por isso acha que não havia qualquer necessidade.
    Tive um pouco de esperança quando havia a possibilidade de Webber ser o chefe do grupinho, acho que isso poderia trazer Greys um pouco mais ao inicio até à 3ª temporada, com Webber sendo o chefe-exemplo que os encaminha e que não aparecendo completamente deslocado. Também não achei mal quando Bailey falou que tinha esperança de ser chefe. Nunca tinha pensado nisso, mas acho que também faria sentido nela. A questão aqui, para mim, e que já se arrasta na série. é que as personagens precisam ser quem elas são!!!
    Por exemplo não percebo porque Owen é chefe há tanto tempo, Owen precisa ser o médico aventureiro que ele era e que queria fazer a diferença. Porque ele insiste tanto em estar num "emprego de secretária" e ter filhos e mais não sei o quê? Porque é que Meredith tem que ser esta otimista boba? Eu gostava da Mer da 1ª^temporada, é o que me pos a ver a serie. Nao quero dizer q ela tem que ser uma deprimida pelos cantos, mas era alguem que era forte, inteligente e sensivel. Questoes que eu agora nao consigo ver com os dialogos básicos que lhe atribuem, como a esposa de trazer por casa que ela se tornou. Também gostava de ver a gravidez dela retratada doutra forma, esse era suposto ser o ponto épico da serie está passando totalmente ao lado.
    Eu sempre achei que esta série tinha personagens com potencial, todas elas, mas estão mal trabalhadas e mudando de personalidade a toda a hora. Nem se quer vou comentar Avery, porque sinceramente, não percebo o papel dele nesta temporada, nem vejo como ele pode ser um bom chefe. Especialmente quando o cargo simplesmente lhe cai no colo. Talvez eles pudessem explorar isso, retratando a diferença entre Avery e Grey. A fama dos nomes, e quando as coisas lhe caem no colo ou é fruto de trabalho. Mas conhecendo Shonda... nada disso será pensado. Tenho pena, gostava de ver esta série terminar numa nota alta!

    ResponderExcluir
  11. No começo acho que era de se duvidar da competência do Avery,mas agora ele tá mostrando mais maturidade(aos poucos),não acho que ele vai brincar ou ser carrasco,até porque a mãe dele mesmo "mimando" cobra competência,ela não iria deixar o filho afundar um hospital né?Se precisar ela vai intervir. E também porque acho tem que tirar o foco sempre nos médicos principais,como se eles fossem melhores que os outros tipo aquela "panelinha" que ninguém entra.E coisa mais básica da vida,se a fundação dela é sócia majoritária(bem majoritária) é claro que ela vai colocar alguém da família pra administrar,mas até pensei que ela fosse nomear o Webber,acho que ele vai acabar voltando ao antigo posto!

    ResponderExcluir
  12. No mínimo o Webber? Ele é mais competente pra administrar que Owen,Mer,Yang,Dereck,Callie e Arizona juntos.

    ResponderExcluir
  13. Avery nao vai ser o chefe ele só vai fazer perte do conselho, o chefe seguira sendo Owen ou voltara a ser Webber, mas Jackson nao sera o chefe!!!!

    ResponderExcluir
  14. Agora tenho uma pergunta.
    Com o conselho "fechado", morre aquele boato que a Addie voltaria para Seattle?
    Pow sacanagem né, a Addison pelo Avery chega a dar vontade de vomitar.

    ResponderExcluir
  15. Pedro Morais25/02/2013 13:54

    Ele não vai virar chefe de cirurgia do hospital, como o Owen é e como o Richard foi. Espero que nem diretor financeiro, que foi o que a mãe dele disse que seria, ele se torne. Isso vai ser o cúmulo para a série.

    ResponderExcluir
  16. Nserra, eu tambem notei estas demonstraçoes de carinho e cuidado da Callie com a Arizona, e achei lindo demais. Tomara que aja mais.

    ResponderExcluir
  17. Gente a série ainda não acabou, e duvido que terminara assim. A compra pela família do Avery foi apena um meio na minha opinião, não acho que a temporada terminará com o Avery no comando. A direção tomada está muito interessante, se poucos não perceberam eu notei uma fala que está martelando ainda aqui na cabeça a Bailey falando pro Webber : "Pensei que seria chefe algum dia", acho que Shondinha não deixará isso passar em branco. Não considero essa a ultim, ou mesmo penúltima temporada de Greys, o caminho tomado por Shonda ta interessante gente, a venda do hospital ta bacana, não foi clichê ou cheia de disse me disse, tomou um rumo inesperado, e assim como a queda do avião (Que particularmente eu gritei, xinguei, ofendi, todos os dias até a estréia da 9ª temporada) me surpreendi com o resultado, então vamos manter a calma e aguardar, a temporada está ótima, um episódio mais emocionante que o outro, até lembra e bastante Greys das 1ª temporadas, quando tenho que xingar xingo mesmo sem dó nem piedade, mas quando é pra defender defendo Titia Shongamonga que até o presente momento não está deixando a desejar em nada nessa temporada.

    ResponderExcluir
  18. Engraçado eu detestei o final do episódio, sério. Achei a saída mais fácil possível, afinal qual foi o sentido de fazer eles se descabelarem para convencer o investidor sendo que no final ele iria recusar e um conversinha com a mamãe Avery iria resolver tudo?

    Honestamente ela acabou com o plot da compra do hospital com esse final, só quero ver o que ela quis com isso e que merda que vai dar.

    Quanto ao episódio eu o divido em duas partes a excelente, que foi a parte da Meredith e cia, e a dispensável, que foi a parte do hospital.
    Vamos começar com a parte boa:

    Adorei a forma como tudo aconteceu nesse episódio, eles estudando o caso, vendendo seu produto e tentando arrumar um investidor. Vendo nesse episódio eles poderiam ter dito ao Richard desdo começo sobre o plano deles, afinal o SGMW é mais casa do Richard do que deles. O investidor me surpreendeu em conhecer a respeito de TODOS naquela sala (vamos concordar que só o Derek e a Arizona seriam os mais conhecidos) e achei uma pena não ter dado certo o negócio entre eles.

    Agora a parte dispensável:

    A parte do hospital serviu só para preencher espaço, honestamente tudo que aconteceu nesse episódio já foi sendo mostrado no episódios passados, as duas únicas coisas que servirão nessa parte foi ver o quanto o Owen e a April cresceram como personagens.

    Os dois casos foram fillers, não acrescentaram em nada no episódio e mesmo eu amando a Bailey, já é o terceiro episódio seguido que a personagem aparece se lamentando e reclamando, assim não dá.

    Os internos estão arrastando tanto o Alex quanto o Jackson a chatisse. Sério, alguém comprou a conversinha do Jackson com a sua “namorada”? Ou a Xerox chorando (DE NOVO) e tentando comover alguém? E quanto ao Shane que mereceu um soco na cara de não ter o mínimo de sensibilidade a respeito da April? Sério, me ver a April devastada e ainda ir na maior cara dura pedir uma recomendação foi o fim da picada.

    Alex está se tornando descartável para mim enquanto a Shongamonga continuar insistindo nesse plot dele com a Xerox (Jackson também). Achei ridículo a Shongamonga querer ter dado destaque ao Jackson no plot do acidente, sendo que ele nem estava lá! Então me diz, qual é o sentido disso? A mulher já não tem mais idéias! Desculpe, mas eu não engulo esse Twist sem vergonha para um plot que caminhava tão bem.

    Esse episódio me mostrou como GA não tem mais gás para continuar, afinal mesmo o único plot que estava rendendo na temporada a Shongamonga fez questão de estragar. Vejo as temporadas antigas e vejo como GA já não é ela mesma no 9º ano. GA já é um corpo morto que está ligado a aparelhos tentando sobreviver. Shongamonga deixe GA morrer com o resto de dignidade que ainda resta e não o imacule mais do que já está fazendo.

    PS: Sério, quem se importa se aquelas duas internas não se gostam? Quero mais é que elas sumam isso sim.

    PPS: Dúvido que o Jackson assumisse o protagonismo de GA, se não qual o sentido do título?

    PPPS: Esse episódio não me deixou nada ansioso para o próximo episódio, diferente do anterior que foi excelente.

    Esqueci de comentar, ainda bem que ela não me ferrou a Cristina e o Owen (já me basta ter estragado o Jackson e a April).

    Porque não dão mais tempo de tela para a Alana? Ela é uma personagem bem mais interessante e melhor construida do que todos os internos juntos.

    ResponderExcluir
  19. Eu não acho que Shonda tenha 'perdido a mão' com a entrada do Avery no Conselho. Pelo contrário, acho que isso dá fôlego a novos plots que podem surgir daí, como Avery lutando para mostrar que tem talento e não só nome de família; conflitos de gestão entre os médicos; os médicos tendo que conciliar a administração do hospital com o prazer pelas cirurgias... Acho que vem por aí histórias bonitas de crescimento das personagens e de união para reconduzir o SGMW ao topo.

    ResponderExcluir
  20. Era só boato mesmo...Kate Walsh afirmou que não vai voltar para GA

    ResponderExcluir
  21. gente em primeiro lugar ISTO É GREY'S ANATOMY, ISSO EH SHONDA, vi muitas pessoas reclamando que não gostaram do epi e tal, pra mim só melhora, não teve um epi dos 16 que eu nao tenha gostado eles foram perfeitos, claro que pode ter alguma coisa que nós não tenhamos gostado, mas no conjunto não é nada perto da perfeição da escrita de shonda e da atuação destes atores e atrizes que com o passar de nove temporadas estão cada vez mais maduros e seguros. Com relação a compra do SGMW, foi uma bela jogada, e que pra mim só tem uma saída BAILEY será a nossa nova chief, isto está tão obvio pra mim, talvez eu esteja vendo coisas demais, mas muitos fatores vem martelando na minha cabeça algum tempo, lá vai alguns:
    - Ela é a discipula do chief webber, ele mesmo disse isso, que queria que ela fosse a substituta dele e acho que não se referia só a cirurgia geral
    -Pra todos nós (acho) sempre foi muito certo a bailey neste cargo desde o começo
    - quem nunca achou que o owen na chefia era muito estranho, não parecia ser correto, eu sinto isso pelo menos, eu sempre vi o owen na chefia como um esquenta banco pra bailey assumir

    -Alguns epi desta temporada estão mt centrado na bailey, naquela conversa que ela teve com o chief não lembro qual o epi, mas que falavam sobre seguir em frente e tal
    - e por ultimo este ultimo episodio sendo falado e mostrado tantas vezes a bailey com sendo o coração do hospital e ela dizendo que pensou que seria chief e tal por isso acho que vai ser ela sim. Acho que o avery e os novos milionários donos de hospital vão escolher ela talvez ate pra tirar das costas do owen tanta pressão depois do acidente,o coração é que bombeia o sangue (really??? kkkk) nada melhor do que recomeçar com o coração do hospital na chefia!!!
    Era isso pessoal e enqt não chega dia 14 e não temos promos vamos pirar o cabeção juntos na espera de qqer spoiler que nossa querida master possa nos dar!! chega a pascoa mas não chega greys


    ps: adorei ver a mer disposta a escrever a carta pra menina, medusa esta mais light minha gente

    ps2: a cena final da april foi mt massa
    ps3: arizona minha diva com 15 milhoes vcs podem comprar casas, iates, jatinhos e tantas coisas, mas tudo bem se vc quiser comprar UMA CASA pode ser AAAA casa!!
    ps4: PRA MIM QUEM REALMEnTE BRILHOU NESTE EPISODIO FOI A FOFISSIMA SOFIA ROBBIN SLOAN TORRES, o que era ela quietinha comendo bem bonitinha e certinha kkkkk ai que fofura que vontade que eu tive de pega pelas bochechas little diva ever

    ResponderExcluir
  22. Nossa que pena...ela só agregaria talento ao elenco, mas quem sabe na proxima temporada

    ResponderExcluir
  23. Pra q ja esta com sdds de GREYS e gosta de fanfics tem essa de calzona http://m.fanfiction.com.br/categoria/1484/greys_anatomy#/historia/320226/Ninguem_E_Igual_A_Voce/capitulo/7/!

    ResponderExcluir
  24. Acredito que a 9° temporada seja definida como "MUDANÇA".
    Nós nos acostumamos a ver os médicos de SGMW fazendo mas mesmas coisas. Porém agora a situação se transformou.. Eles amadureceram e estão lutando por outros objetivos. São além de simples médicos. São adultos preocupados com algo muito maior que a carreira deles.
    Gosto muito da levada de Grey's mas também tenho saudades das antigas temporadas. Quem não sente falta daquele drama todo de MerDer e todo aquele romance?
    Tivemos situações inesquecíveis em Grey's que fazem com que esse sentimento de "perda" apareça e nos faça pensar : como pode ter mudado tanto?
    Porém acredito que se Grey's Anatomy não tivesse sofrido o que sofreu e, se não tivesse passado pelo que passou, muitos agora estariam reclamando : "Ah GA não muda. Só fica nisso..". Muitos seriados acabaram pelo fato de não ter mais 'novidades' na storyline.
    Novas histórias e acontecimentos, nós temos e muito! É isto que fez com que GA se tornasse o que tornou. Estamos na 9° temporada e o gostinho de assistir toda quinta, aquela ansiedade e aquele desespero não se perdeu.

    Gostei do episódio.. Não gostei de Avery "ganhando um hospital". Ele não ralou tanto quanto os outros.. Mas prefiro esperar e ver o que acontece. Afinal, é Grey's Anatomy.. Tudo literalmente pode acontecer!

    ResponderExcluir
  25. M, a série mudou muito. Também assisto desde o primeiro episódio e gosto muito da evolução da serie. Penso que se GA fosse somente a história de Meredith, já tinha acabado há muito tempo.

    ResponderExcluir
  26. Concordo contigo. Como eu disse, se nada disso tivesse acontecido, GA não existia mais..

    ResponderExcluir
  27. Também achei tão fofo a Sofia sentadinha comendo ao lado da mãe...kkkk..deu vontade de pegar no colo!!

    ResponderExcluir