16/02/2013

9x15 - Hard Bargain - Review

BY nathycalassa IN , 14 comments


Ele não faz a menor ideia.



Não sei se posso dizer que estou surpresa com essa temporada de Grey’s Anatomy, mas a verdade é que é assim que me sinto. Não é uma surpresa de “oh, nunca imaginei que seria bom, isso nunca aconteceu antes”, mas a sensação vem do fato de que, lá no começo da temporada, eu havia, digamos assim, perdido muito da minha vontade acompanhar a série. Sei que esse sentimento era amplamente compartilhado, e sei também que, nesse exato ponto da temporada, as opiniões convergem para um único lado: Grey’s Anatomy está ótima. E é muito bom poder dizer isso, apesar da sombra negra que sempre paira sob a produção. Não citarei nomes (continuo achando que é mau agouro), mas todos sabem exatamente do que estou falando.
A trama da venda do hospital tem mostrado muito mais potencial do que se poderia prever. Não é a coisa em si, mas o tratamento que ela recebe. E é impossível negar que o grupo formado por Derek, Meredith, Cristina, Callie e Arizona está dominando o cenário de forma espetacular. Todas as cenas em que eles discutem, pensam no assunto ou se mobilizam são excelentes e tem imprimido um ritmo ágil à história. Não é só um trabalho dos atores, é necessário admitir. Percebe-se que essa é uma trama bem escrita e bem dirigida. E não poderia ser de outra maneira, porque desde o desastre de avião o espaço para erros em Grey’s ficou extremamente reduzido. Essa temporada veio com o peso de manter o público que começou a duvidar se valia ou não a pena continuar assistindo aos episódios.
Foi difícil desprender a atenção na tela nessa semana. A tensão estava embutida e era possível senti-la à distância. Por algum motivo, fiquei muito preocupada com tudo o que se desenrolava e me senti parte da ação. Senti todos os medos. O de o hospital falir sem comprador e o de ser comprado pelo grupo errado. Por isso, não tinha como não adorar o modo como nossos cinco protagonistas se uniram para salvar o Seattle Grace Mercy Death. Apesar do clima pesado, o andamento foi divertido, entremeando os momentos de seriedade com outros mais leves e engraçados. Como não rir de Meredith roubando um prospecto financeiro? De Derek mandando um interno fazer chifrinhos em suas imensas fotos promocionais? De Cristina chamando atenção para o fato de que ninguém ali manja nada de administração?
Sou só elogios para a sequência em que todos se demitem e são observados por um Owen embasbacado e traído. Por uma Cahill chocada e amedrontada pelo fracasso e por Richard, com aquela expressão de quem pegou as crianças fazendo arte. Sensacional.
O caso com Owen deve ganhar feições interessantes e acho que será ótimo para o personagem, que perdeu um pouco de sua personalidade original quando se tornou Chief. A relação com Cristina será igualmente abalada, mas nesse caso, espero que dure pouco. Quando o hospital for comprado, por meio desse golpe perfeitamente arquitetado, Owen terá de enxergar as verdadeiras intenções.
Também devemos esperar muitos outros conflitos, não só administrativos, mas éticos e legais. Parece que essa compra, como foi estruturada a partir da demissão, pode causar novos processos, afinal, a Pegasus foi sabotada, de certa forma. As questões mais práticas ficaram bem pontuadas por Bailey e o menininho com câncer. Vai ter muita briga sobre procedimentos e dinheiro, o que nos dará uma nova visão sobre o universo hospitalar. O lance de Owen com as enfermeiras é outro bom exemplo para o caso.
Mas nem tudo girou em torno disso. Houve excelente aproveitamento do elenco nas tramas mais leves e românticas. Já torço muito por Karev e Jo, embora ela esteja mais interessada em outros médicos. A cara de Alex foi impagável ao descobrir que todas as perguntas sobre relacionamentos com colegas de trabalho não se referiam a ele. Também gostei de ver Kepner arrumando um homem que compreende e compartilha de suas crenças, apesar de que, na prática (e na teoria) ela não é mais virgem. O simples fato de não ter contado logo de cara é o que vai gerar problemas e, quem sabe, levá-la de volta para Avery, que afinal, está pegando a interna, mas ainda afirma que é só diversão, nada além disso.

Escrito por: Camila Barbieri | Fonte: Séries em Série

14 comentários:

  1. Acompanho GA desde a primeira temporada, sou fiel, espero ansiosamente
    cada episódio, revejo alguns antigos pra relembrar alguns contextos,
    desdobramentos e mudanças.

    A série está mais dinâmica, os personagens mostram sua humanidade à flor da pele, sob seus brancos jalecos. Adoro ver como Karev mostra-se há algumas temporadas cada vez mais emotivo, menos armado; Cristina, menos egoísta e ambiciosa, mais afetiva e leal ao bem-estar do grupo; Arizona, após o acidente, fazendo cara feia e um pouco de egoísmo; Callie, minha musa, cada vez mais forte; Derek e Mer, um casal forte; Miranda, conciliando casamento, filho e trabalho, forte e ética, dedicada. Enfim, vemos tantas microtramas formando uma enorme teia, que nos prende e, quando pensamos que vai cair a qualidade, vemos um 15º episódio de 9ª temporada dando esse banho de tensão e expectativa.
    Toda a equipe, em especial Shonda, merece 15 minutos de palmas em pé!!!!!
    Estou ansiosa pelo 9x16!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Amei o episódio. Cada quinta-feira, uma nova surpresa. Adoro como os episódios estão sendo levados e como os nossos queridos médicos estão lidando com essa situação complicada.
    Um fato que me chamou muito a atenção neste episódio foi como Bailey reagiu ao pedido negado por Owen. Ela simplesmente poderia realizar a colectomia sem seu pequenino paciente e correr os riscos, mas ela foi médica, recomendou o melhor para a criança, dizendo para procurarem outro hospital que atendesse a suas necessidades. Foi aí que Arizona acordou. E como Bailey disse : "Não reconheço mais este lugar." . SGMW está diferente, não podemos negar. Bombas, fusões com outros hospitais, tiroteio, crises e tudo mais já passaram, porém acredito que este acidente com o avião causou um tamanho problema em todos os sentidos.
    O gostoso de assistir Grey's é a mistura equilibrada de drama e humor. Vemos nossos médicos lutando pelo melhor de seu "lar", mas também vemos suas trapalhadas e seus momentos cômicos. Mostra que, apesar da mais difícil situação, dentro dela temos nossos bons momentos.
    Derek está com pinta de líder. Criou um plano e uniu todos a sua causa, salvar o hospital. Callie está bem envolvida e adoro sua atitude. Ela realmente não quer deixar aquele hospital e também não quer que ninguém mexa nele. Vemos um carinho muito forte da parte deles pelo hospital em si. Um exemplo de lealdade.




    Andei lendo em alguns outros lugares e há uma dúvida. Eu não vi o fim de PP. Que fim levou a clínica? Porque o assessor de finanças do Derek disse que é necessário uma empresa para comprar o hospital. A clínica seria uma. Talvez Addison entre com o nome da empresa e os médicos administram, já que nossa tia Shonda disse que alguém das antigas poderia aparecer.


    Estou muito ansiosa pelos próximos episódios. GA rocks!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Perfeita colocação.... o nível tá tão alto que tá me deixando numa tensão constante. Otimo ver isso!

    ResponderExcluir
  4. Eu esperava de tudo pra essa temporada,menos que o acidente do avião iria render tanto assim. É bom sentir novamente aquela vontade enorme de assistir o proximo episódio logo,ver aquelas promos que me matam de ansiedade. Gostei do rumo que deram,só fico com pena do Owen enquanto não souber do plano. E a Cahill? Poxa,já estava me apegando a ela,gostaria muito dela como personagem fixo.

    ResponderExcluir
  5. Puts, falou tudo :) vejo muita gente dizendo " ah, grey's não é mais o mesmo", claro que não é, tudo muda né gente? e se ainda fosse o mesmo, nós não estaríamos na nona temporada, pq o show teria acabado bem antes. As primeiras temporadas eram ótimas, assim como as mais recentes! Acontece que eles amadureceram, mudaram, conquistaram um monte de coisa. A gente tem que ver que mesmo com todas as dificuldades eles escolheram se unir e tentar salvar o hospital, que é mesmo como uma casa pra eles. quem não lutaria pela própria casa? eles poderiam simplesmente se demitir e ir pra outro local onde a situação financeira fosse melhor, mas eles ficaram, recuperando-se de perdas e traumas inesquecíveis. eles ficaram e estão lutando! e acho que isso é o que nós, fãs, queremos. Vê-los juntos nos bons e nos maus momentos!

    cooontando os dias pro 9x16, e a Shonda falou que as coisas estão ficando maravilhosas! então Keep Calm and Watch Grey's!

    ResponderExcluir
  6. Amanda, amei seu discurso! Concordo plenamente!!!!

    ResponderExcluir
  7. Muito obrigada pelo elogio Claudia! *-*

    ResponderExcluir
  8. Uma coisa que eu esqueci de comentar.
    Adorei o momento onde o Karev fala para Jo: " Olhe Grey e Shepherd. Eles tentaram evitar (ficarem juntos) mas era como se fosse destino ou sei lá.. Eles tinham que ficar juntos." Adorei essa fala! É a mais pura verdade *-*

    ResponderExcluir
  9. Episódio ótimo que comprova a boa performance de GA nesta 9ª Temporada. De arrepiar a cena na chuva em que os cinco médicos definiram pela compra do SGMW. Até então, na minha opinião, o plot da venda do hospital estava meio desarrumado na trama, mas com The Face of Chance (com Callie e Webber espionando o inimigo) e Hard Bargain, devo admitir que Shonda não brinca em serviço.

    Entretanto, nas entrelinhas da história, não consigo imaginar que Calzona, depois de tudo que passaram, ainda continuam tendo uma relação disfuncional. O que é aquilo da Callie tomar uma decisão de tamanha importância que envolve a vida da sua família, não dividir com a esposa em primeiro lugar. MerDer e Crowen são mais companheiros e cúmplices e Callie continua agindo como se fosse uma pessoa sozinha? Chega, né, Shondinha?

    Quanto às tramas paralelas. Nos dois últimos episódios, Shonda nos poupou dos romances forçados e não gostei de tê-los de volta em Hard Bargain. Não consigo ver liga em Karev e Jo (aliás, essa Jo é um pé naquele lugar que eu nem tenho) e Kepner pedir conselho a Avery sobre um novo relacionamento para descobrir depois que ele é tão virgem quanto ela (antes de Avery) e ocultar isso dele.... poupe-me mais uma vez Shonda, GA merece mais.

    ResponderExcluir
  10. espero que não tenha mas tragedia, pq shonda ama uma tragedia, todos morre ou sofre acidente, agora esta otimo este suspense no ar

    ResponderExcluir
  11. foi um dos melhores episodios da temporada(mas os proximos tem muita chance de serem MUITO melhores) . O enredo foi empolgante na hora da negociação que foi interrompida por um susto que causou a demissão da melhor base do hospital,que são a pediatria e a neuro,que fez com q a pegasus simplesmente desistisse até porque são os 2 melhores cirurgiões do EUA né...

    ResponderExcluir
  12. concordo plenamente com sua opinião Camila ^.~

    ResponderExcluir
  13. Eu nao acho que Arizona estava sendo egoista, ela estava pensando na segurança de sua filha. Ja a Callie, acho que ela nao esta respeitando a Arizona, nem como esposa e nem como mae de sua filha. Quero que as duas se acertem logo, e voltem a agir como o casal apaixonado de antes. Shonda por favor conserte logo as coisas com o casal Arizona e Callie, e nos de uma cena bem bonita e romantica entre elas, e tambem cenas mais longas com as duas. E o que todos os fas de Calzona e boa parte dos fas de Grey's Anatomy estao querendo. Querendo muito. Obrigada.

    ResponderExcluir