13/01/2013

9x10 - Things We Said Today - Review

BY nathycalassa IN , 21 comments



Assédio sexual ao contrário.



Todo mundo sabe que a ‘showrunner que não deve ser nomeada’ adora uma tragédia, então, não foi realmente com surpresa que recebemos os acontecimentos do episódio anterior de Grey’s Anatomy, que recebe uma boa continuação nesse retorno pós hiatus de final de ano. Ganhamos mais um bom episódio que - mesmo com mais um defunto entrando para a lista de assassinatos cometidos por nossa serial killer televisiva mais temida - consegue ser muito balanceado em drama e humor.

As situações mais notáveis em comédia vieram da interação entre residentes e internos. A coisa foi bem desenvolvida nas histórias de Avery, Kepner e Karev e cada um deles teve como acompanhante um de seus alunos. April é acusada de assédio sexual e depois desse episódio acessou o Orkut (alô 2004!) para entrar na comunidade “Sou legal. Não estou te dando bola”. Avery se aproxima da aluna só para que a moça possa saber se ele tem olhos verdes ou azuis, mas acaba sendo atacado no banco de trás de um carro, enquanto Karev e Jo dividem mazelas infantis e choram para poder invadir quartos de hotel.

Tudo isso funcionou muito bem para amenizar as demais situações, como a de Callie e Arizona, que foi dramática, apesar da esperança de uma continuação mais feliz.  A conversa entre as duas é muito franca e muito bonita ao mesmo tempo. Gostei de ver que Callie não esqueceu quem foi que ficou ao lado dela depois do acidente de carro e mais ainda por Arizona admitir que não pode viver focada apenas na falta de uma de suas pernas.

Gostei também do caso dos motoqueiros e conseguiram sim, me enganar. Sou público cativo de Sons Of Anarchy e logo esperei que o clube mostrado em Grey’s fosse de criminosos inescrupulosos e não focado na ideia de família e amizade. A presença dos motoqueiros trouxe mais do que agitação para a sala de emergência, mas também ajuda Owen a perceber que seu relacionamento com Cristina não pode continuar como era antes. Não sei como um simples divórcio pode mudar as coisas, afinal, assim como o casamento, não deixa de ser um pedaço de papel, mas vou pagar para ver. Temos no meio a questão do processo judicial, que não deve ser esquecida.

Achei curioso o fato de que se passaram apenas cinco horas no episódio e também por ver todo mundo trocando de roupa e indo da festa para o hospital (e vice versa) com a maior facilidade. Deve ser muito bom sair de um casamento, trabalhar no meio de um monte de sangue e ainda poder voltar para o Buffet, linda e maquiada. A única que realmente enfrentou mudança no visual foi a noiva, que aparece bem menos glamurosa no final, para finalmente se casar.

O modo como Adele se vai é bem diferente de outras mortes da série. Não precisamos ver para entender ou para achar o momento bonito. Confesso que não me importava com ela (nem minimamente), mas gosto de Richard e, de certa forma, fiquei feliz por ele poder seguir com a vida, embora haja nele uma boa dose de arrependimentos e de mágoa por ter deixado a esposa (mesmo que por recomendação médica).
A situação ali é complicada de entender e só quem já viveu perto de alguém com Alzheimer pode entender os sentimentos controversos de culpa e alívio, que surgem ao mesmo tempo. É por isso que Meredith é a pessoa perfeita para chorar ao lado de Richard, sem alarde e sem grandes discursos sobre perda. O momento dela com Derek é, talvez, um dos mais tocantes do episódio, evidenciando a força desse casal e trazendo de volta o medo constante que Meredith tem de ter um fim parecido com o da própria mãe.

Escrito por: Camila Barbieri | Fonte: Séries em Série

21 comentários:

  1. E maaais uma vez Shonda matou algm... Mas dessa vez foi diferente, suave...
    E sim, foi mais um episódio ótimo! E, pra mim, o melhor momento foi sim a conversa entre Meredith e Derek... Foi, simplesmente, linda! Rápida, simples, mas linda... E que venha o próximo episódio =D

    ResponderExcluir
  2. Marcela Wehbe13/01/2013 16:33

    Realmente, foi um ótimo episódio!! Adele tinha que morrer mesmo, e deixar o Richard livre pra mãe do Jackson.

    ResponderExcluir
  3. Cleide Ferreira13/01/2013 17:23

    Foi um episódio muito bom, recheado de muito drama, mas sem deixar o romance de lado. O auge da emoção foi quando Cristina e Owen assinam os papéis do divórcio, mesmo que eu não concorde muito com seu discurso de que "só nos machucamos nos dois anos em que estivemos casados". Acho que houve momentos realmente bons entre eles. Mas agora tenho certeza que eles vão encontrar o caminho de volta um para outro e nos renderão momentos únicos de paixão da forma como só eles sabem fazer. As lágrimas de ambos realmente mexeu com minhas emoções e me vi soluçando ao final da cena. Outro ponto alto do episódio foi o sofrimento de Richard com a morte de Adele.

    ResponderExcluir
  4. Amei o episódio, mas ao contrário da review, achei um tremendo saco os motoqueiros e a parceria mentores/internos. E mais uma vez ficou comprovado que devemos ignorar as promos para não criarmos expectativas e tampouco fazermos interpretações completamente equivocadas.

    Difícil dizer qual foi o destaque do dia.

    Calzona não tiveram a DR que eu esperava, porém, a honestidade de Arizona ao confessar que não estava pronta, reconhecendo que tem sido terrível e pedindo a Callie para não fugir foi de partir o coração. Gostaria que a Callie tivesse pontuado com um “cause I love you” para não fugir e não apenas porque AZ ficou ao seu lado após o acidente. Teria sido a perfeição. Da forma como foi colocado, ficou parecendo que ela entende e aceita por generosidade, e isso, todas sabemos, faz muito bem, mas não segura relacionamento.

    Aliás, honestidade foi a palavra-chave do episódio. Bailey e Ben no corredor do hospital e o discurso dele para convencê-la a se casar, mesmo que para passar cinco minutos juntos a cada dois meses e ela admitindo que a cirurgia sempre virá em primeiro lugar. Lindo.

    A dor de Owen e Cristina assinando o divórcio. Cada vez gosto mais dele.

    Webber contando a Mer que Adele havia morrido. Que dor, que dor, que dor!

    Foi um episódio triste sim e com drama que é marca registrada de Greys, mas a pegada foi no timbre, sem cair na pieguice.


    Só para constar. Tudo bem que Callie não tem filtro, mas contar para Derek que vai transar depois de meses? Oi,Shonda!!! Não podia ser outra pessoa?

    ResponderExcluir
  5. Thaina torres13/01/2013 19:36

    No caso de Calzona Acho que ela estava tentando mostrar objetividade quando decidiu não falar ''Cause i love you'' e sim dizer ''Desde o acidente....'' acho que Arizona já sabe que ela a ama,Callie quis mostrar que além de amalá não a deixaria porque já passou por isso e sabe que não está no controle delas coisas que aconteceram FOI APENAS O DESTINO,que da mesma forma da qual foi apoiada tbm iria apoia-lá acho que este foi o ponto em que ela quis chegar
    Depois de tudo que elas passaram ARIZONA SABE QUE ELA AMA S2

    ResponderExcluir
  6. Por incrível que pareça esse ep. entrou pra listinha dos meus preferidos.
    Acho que todas as emoções sejam elas felizes ou tristes, foram encaixadas muito bem; Além de toda a sinceridade que os personagens transmitiram, em alguma parte de suas conversas.

    CALZONA - Eu já tinha um pé atrás que possivelmente não haveria nada demais. Então (sem mágoas Shonda). AZ não ia se tornar super confiante com seu corpo do dia pra noite. Tudo bem que ela queria agradar a Callie, e seria uma forma de tb não perde-lá; Mas nem o ser humano mais forte e alegre, consegueria perde a vergonha de se sentir inferior na sua "primeira vez" após o acidente. Acho que toda a timidez/sinceridade/aceitação do momento tornou a cena muito real, já sabemos que elas estão caminhando lentamente na recuperação completa do relacionamento, e a única parte que falta é a intimidade e como elas disse estão nas "pegadas de colegial" então mais pra frente elas quebra totalmente o gelo.
    Finalmente um pedido de desculpas, não como esperavamos, mas já é alguma coisa, elas reconhecerem o quanto ambas se machucaram verbalmente.
    A Callie lembrando e admitindo que não iria abandoná-la, foi realmente lindo; Concordo que umas palavrinhas a mais, ficaria mais perfeito, mas AZ sabe o quanto Callie a ama, pq ela já demonstrou muito isso nos ep. anteriores. Mas quem sabe agora ela não demonstre com palavras já que em ep adiante a AZ vai ter recaídas (se não me engano).
    CROWEN - A cena final quando os dois assinam os papéis, a primeira coisa que veio a minha mente foi "A Shonda ta de sacanagem, brincando com os sentimentos da Yang" mas depois do beijo eu percebi que aquilo não significava nada, só papéis que oficializam um matrimônio kk mas nada que irá impedir o verdadeiro sentimentos dos dois. E se não fosse essa atitude do Owen os médicos não iriam ganhar a causa.
    BAILEY/BEN - A o que falar deles estava divinos. E o corte da Bailey no hospital direto pro casamento ficou muito bom. Sem contar que eu adoro a voz do Ben haha.
    MER/WEBEER - A parte que mais me emocionou. Toda a dor do Webber, protegendo a Bailey de algum sentimento de culpa, e deixando ela aproveitar a felicidade em seu casamento, foi super triste e tão bonita ao msm tempo... Ele e Meredith compartilhando a dor em silêncio Oh God meus olhos lacrimejaram (confesso).

    Enfim acho que esses trechos em particular, que me fez amar o ep.
    Também não era super fã da Adele, mais gostava dela e fiquei com pena pelo Webber. Na hora que ela lembra dele após a cirurgia, foi uma despedida. Então não houve necessidade de mostrar a sua morte. Pelo menos a Shonda nos poupou disso.

    ResponderExcluir
  7. valeria silva13/01/2013 21:48

    concordo com vc Geh perfeito sua percepção sobre o episodio ficou melhor do a Review rsss..mas acho que vamos nos supreender com a Callie e com a Arizona vai se no 9x12 vamos esperar pra ver...

    ResponderExcluir
  8. adorei o episodio... com relação ao Calzona de primeira tambem pensei que tivesse faltado um "Cause I love You" mas com a correria e a intensidade de acontecimentos dessa temporada acho que ficou implícito mesmo.... tipo, a AZ deve ter entendido isso já que no acidente de carro ela ficou ao lado da Callie por amor então ela deve ter percebido que elas inverteram os papéis e que Callie está lá por ela. Derek e Mer estão cada vez mais fofos! quem acompanha a serie desde o inicio sabe o orgulho que se sente desses dois. o relacionamento deles chegou em uma maturidade tao bonita, nao fica chato olha-los. Acredito que as coisas vao começar a melhorar tambem com Crowen. Acho que as coisas vao começar a ficar pretas para o Owen agora com o proximo episodio mais focado no julgamento novamente, mas agora a Cristina está meio que disposta a lutar pelo relacionamento deles. Amei a cena de Bailey e Ben. Finalmente e coitadinha encontrou alguem que entenda a obsessão dela por cirurgia, o discurso dele foi lindo, amavel e realista do jeito que a Bailey gosta... hehe Foi triste a morte da Adele, mas nada que abale mto a serie.... funcionou mais como uma limpeza de caminho para o nosso eterno Chief e para saciar a fome da Shonda rsrs... Agora um parenteses pra terminar: vocês repararam que na cena que a Callie está se arrumando para encontrar a AZ no quarto ela está olhando no espelho sem um pingo de batom? Pois é... ela abre a porta do banheiro e como mágica reaparece com um batonzão vermelho vivo! kkkk mágicas da TV!! =p

    ResponderExcluir
  9. Honestamente concordo con tida sua reviu Camila. Esse episódio está na minha lista dr episódios favoritos. A única coisa que acrescentaria será uma ou duas palavras a mais na conversa Calzona, tirando isso foi ótimo. Chorei litros com o fim da Adele na verdade com a dor do Richard né cena perfeita entre ele r Meredith. Amei

    ResponderExcluir
  10. Flor visite o CAlzonet club, precisamos de calzonas apaixonadas comentando no jornal diário: http://calzonetclub.livejournal.com/

    ResponderExcluir
  11. Thaina, sei e percebo que a Callie AMA Arizona, sem condicionantes, só , como disse, GOSTARIA que ela tivesse pontuado o "nunca vou sair do seu lado" com um "cause I love you". Só isso.

    ResponderExcluir
  12. Geh, eu não esperava um pedido de desculpas, concordo com a Shonda quando ela disse que "quem perde uma perna não tem que pedir desculpas". O que ambas precisam é se autoperdoar por tudo que fizeram a si mesmas e à outra, depois do acidente e a amputação da perna.

    ResponderExcluir
  13. O jeito com que Meredith pediu para Derek jurar não interna-la se ela tiver Alzheimer me lembrou as temporadas anteriores, lá no começo quando ela enfrentava aquele drama com sua mãe.
    Gosto desse efeito de flashback nos episódios.. Faz com que a gente nunca esqueça do que eles enfrentaram para chegar até ali.
    Com certeza Meredith e Derek são o casal mais bem conectado de todas os seriados que eu já assisti e assisto. Eles são o exemplo de que um bom casamento se constroí no apoio de um parceiro no outro e na sinceridade.
    Adorei o episódio.. equilíbrio perfeito!

    ResponderExcluir
  14. Percebo que a fala de Callie causou agitação em muitas pessoas, inclusive durante um tempo eu tbm achei q a comparação com o acidente ficou de certa forma vazia, tipo, estou do seu lado pq esteve do meu. Mais a questão tbm é: a Callie percebendo ou não, cutucou a AZ, dizendo que só depois do acidente Arizona não a abandonou sendo que antes do acidente AZ não aceitou a vontade de Calliope de ter um filho e terminou e na sétima temporada antes do acidente ela deixou Callie no aeroporto e foi sozinha para a África. Callie ressaltou que depois do acidente, mesmo com o nascimento de Sophia e as ceninhas de ciúmes com MArk, Arizona nunca a abandonou e portanto fortaleceu o amor e o relacionamento das duas para q quando acontecesse algo como aconteceu Callie estivesse pronta para ficar do lado de AZ.

    ResponderExcluir
  15. Concordo plenamente. Ficou parecendo que a Callie tava fazendo um favor pra Arizona. Fiquei esperando um ''porque eu te amo'' também.

    ResponderExcluir
  16. Adorei seu comentario Geh, esse ep tbem entrou na minha lista de preferidos, já assisti varias vezes novamente.

    ResponderExcluir
  17. Acho que a relação do Karev e da Jo,nesse episódio,que muitos não deram atenção,foi uma dos melhores momentos, junto com a Callie e Arizona no quarto,e Mer fazendo o Dereck jurar não abandonar ela se um dia tiver a doença,de resto mais do de sempre ,drama/momentos "ohhh"/sem graça

    ResponderExcluir
  18. Para mim, fiquei um pouco desapontada com o episodio depois de tanta espera. nao foi ruim, mas tambem nao foi fantastico e isso é muito o espelho desta temporada: depois de um otimo começo, arrefeceu bastante. Nao é má nem é boa, é assim-assim, e isso nao é muito positivo para o fãs uma vez que provavelmente esta sera a ultima temporada da serie.
    Relativamente ao episodio:


    - Nao consegui sentir pena de Richard, porque ele é na sua essencia uma má pessoa. E isso é confuso na serie, sempre foi. Ele é aquele cara, engraçado , fofo, e um "pai" para Mer mas por outro lado se analisarmos bem ele é uma pessima pessoa. Ele traiu Adele a vida toda, nunca esteve la para ela, ignorou o mal q tudo isso fazia numa criança pequena (Mer). Quando sua mulher adoeçou ele simplesmente lhe virou as costas e se envolveu c a mae de jackson. Tenho d concordar c o diretor do lar "Eu disse para reduzir as vidsitas nao para simplesmente deixar de aparecer." Shonda muda a personalidade das personagens como bem lhe apetece , como Mer que era alguem magoada, "dark and twisty" e passou a ser esta otimista irreal , e por vezes irritante. Tenho pena, para quem acompanhou a personagem desde o inicio percebe. Para alem disso nao é viavel para quem teve uma infancia como a dela e uma mae como Ellis.


    - Internos/Atendentes - nao achei particular piada porque é irrealista , num programa exigente como supostamente seattle é nunca internos falariam ou se envolveriam com seus superiores daquela maneira. é demasiado irreal.


    - Jo/Alex- me parece super forçado. Nao acho grande graça a Jo, parece q apenas foram arranjar uma garota que basicamente fosse igual a karev. A historia em si parece de fato forçada e nao bate nada c a garota em si. Para alem disso, ja nao consigo ouvi-la queixar-se de sua historia de vida, Karev tem razao "vc precisa parar de agir como se fosse a unica com uma infancia ruim". E pior, se aproveita disso com o seu patrao para subir, se fazendo de vitima e choramingando. Ser forte é o oposto disto, que é o que uma infancia ruim faz por vc. Nao me parece q Alex precise de uma pessoa assim.


    Mer/Der - A cena foi doce , mas demasiado curta para ter expressao no epi

    ResponderExcluir
  19. Thaina torres16/01/2013 01:56

    AND I...só expressei minha opinião ao que vc disse.SÓ isso (:

    ResponderExcluir
  20. Anonymousss02/02/2013 18:53

    No final da serie April e Jackson tem que ficar juntos !!!!!! Se isso nao acontecer ficarei mto decepcionada!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  21. Juliana Correia09/05/2013 17:28

    Concordo,esse ep é um dos melhores da temp. A cena da Ari e da Callie conversando na cama foi muita emoção!!!E também acho que umas palavrinhas mais carinhosas por parte da Calllie p a Ari também não fariam mal! Mas já foi um começo.E no fim quando a Ari pega na mão da Callie no casamento,e o seu olhar apaixonado como que dizendo "eu te amo" também foi lindo!

    ResponderExcluir