03/12/2012

9x07- "I Was Made For Lovin' You" - Review

BY Karina IN , 16 comments


Noiva e professora perfeitas.

Depois do festival de desgraças que atingiu Grey’s Anatomy, nada melhor do que um episódio um pouco mais leve e no qual coisas mais positivas aconteçam para os personagens.  Essa semana foi assim, com gotinhas de felicidade e bom desenvolvimento de todas as histórias. Pasmem, até o processo contra o hospital não ficou tão ruim (apesar de ainda não ser lá muito plausível) no meio de tanta coisa boa.

O que sempre surpreende é como a simplicidade funciona na série e isso não é de hoje. Alguns dos melhores episódios são assim, despretensiosos, sem excesso de dramas ou de piadinhas sem lugar. Quando o roteiro encontra equilíbrio ganhamos os episódios mais bacanas de Grey’s.

Acho que um personagem que exemplifica isso perfeitamente é Arizona. Não me lembro de ver alguém gostando dela extremamente chorona, mas nesse episódio ela recuperou bem os danos causados até aqui. Voltou ao trabalho e já lida muito melhor com sua nova situação, sendo capaz de rir quando leva um tombo e mostrando que quer superar as dificuldades. Muito diferente da Arizona de três semanas antes, por exemplo.

Lógico que isso faz parte da evolução da trama, mas as reações de Arizona à amputação não foram bem vistas, justamente porque já vimos outros dramalhões do tipo e tememos ver esse tipo de coisa se arrastando novamente. Ainda lembro de Cristina pós-tiroteio e tenho calafrios, de tão chatas que todas as cenas dela se tornaram – e vejam bem – estou falando de CRISTINA FUCKING YANG. Se ela quase foi estragada, para acontecer com Arizona seria muito mais fácil.

Aproveitando a menção à Cristina, vale dizer que as mudanças na personagem foram boas e vieram de forma gradual. Não é um choque vela mais compreensiva e dedicada a ensinar e dar conselhos amorosos, porque esse é o efeito de Dr.Thomas na vida dela. Continuo achando bonito o modo como esse amigo a transformou e abriu seus olhos para o mundo, para seu trabalho e para seus problemas pessoais. Dá para sacar logo que ela percebeu que sua relutância em ter um filho com Owen estragou uma relação valiosa. Não que eu ache que ela tinha obrigação de engravidar quando não sentia a menor vontade. Jamais. Mas esse é o pensamento dela agora, depois de passar por tantos traumas.

Inclusive, Cristina já toparia comprar até o enxoval adiantado, se Owen não tivesse perdido a esperança de ainda ser feliz com ela. É sempre assim nas séries. Quando um desiste, o outro resolve. E nesse caso há o impasse do processo contra o hospital piorando tudo. Ainda acho bem absurdo que Owen leve a culpa só por ter assinado um corte nos gastos, mas enfim, acho que isso não vai ter maiores consequências, apesar de toda a politicagem hospitalar. Richard tenta avisar e só assim Owen nota que é uma peça preciosa no jogo.

Continua bem também o desenvolvimento de uma cirurgia que ajude Derek a voltar ao trabalho. Gosto da serenidade desse plot, que é drama, mas não nos coloca em desespero. O melhor é que é um desafio para dois personagens e, tanto Derek quanto Callie estão trabalhando bem juntos. Essa mesma serenidade faz parte também de Meredith e Derek não deixa de comentar a nova atitude positiva da esposa, que antes vivia em depressão, pelos cantos do hospital.

Quando Meredith conversa com Cristina sobre mudanças e sobre como as duas estão diferentes é que relembramos de suas trajetórias e do quanto ambas evoluíram ao longo de nove anos de série. Atualmente elas dominam a cena de novo e vêm mais mudanças pelo caminho, já que Meredith vai ser mamãe outra vez. Que nenhuma tragédia se coloque nesse caso.

Foi bem bacana a jogada da gravidez com April e Avery, colocando Meredith como conselheira. Ali já dava para sacar que vinha twist e que a grávida seria uma surpresinha. Confesso que, nesse caso, fiquei com pena de Avery, louco para virar pai de família e embarcar num compromisso, tendo de ouvir April respirar tão aliviada quando o resultado veio negativo. Pareceu que ela não gosta dele nem um pouco e por isso não dá para discordar da decisão de se afastarem.

Bailey, dessa vez, cumpriu bem seu papel humorístico, dando piti com detalhes de casamento. Cada comentário dela sobre decorações, bolos, renas e tudo o mais foi bem pontual e engraçado, especialmente porque é Cristina quem diz “cala a boa e casa logo”. Quero muito ver esse casamento na série, com Papai Noel celebrando a cerimônia, se possível.

Os casos médicos da semana foram igualmente bons, seja o do tumor ou da cirrose. Confesso que chorei junto com o interno quando o homem ganhou apenas mais uma semana de vida e eu não esperava que isso acontecesse. Fui pega de guarda baixa, de verdade, o que é muito bom. Foi uma cena honesta e muito genuína que prova que bons dramas não precisam ser grandes tragédias.

P.S* Dizem as más línguas que vai morrer mais gente em Grey’s Anatomy? Acho que Shonda Rhimes deveria abrir um cemitério ou uma casa funerária, porque só isso justifica essa obsessão com defuntos.

Escrito por: Camila Barbieri | Fonte: Séries em Série

16 comentários:

  1. Nossa adorei aquela conversa da Bailey com o Chefe no final. Que ele diz aconteça o que acontecer eu sempre estarei au seu lado *-----* Mim derreti nessa cena!

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei do episódio. Realmente gostei, mas... Faltou amor em I Was Made For Lovin’ You. Ele estava lá, mas não apareceu. Ficou no vão.

    Estava em Calzona, Crowen, nas falas de Beilley, no casal do transplante e até em Japril, mas só o senti mesmo em MerDer, que, aliás, fechou com todas as honrarias com a notícia que os fãs da dupla esperavam ansiosos: a gravidez há muito tempo anunciada de Mer.

    E Cristina se apresenta cada vez mais outra pessoa na mesma pessoa. Ela realmente mudou. É a mesma personalidade sarcástica, cínica e ferina, porém, mais humana e até com uma certa humildade. Foi uma mudança substancial no personagem, mas sem descaracterizá-lo. O que a torna maior e melhor na série. Yang quer Owen de volta, que quer o divórcio. Será um plot interessante, porque, em que pese a mágoa que ainda sente, vejo no pedido dele uma estratégia para se salvar da ação, uma vez que descobriu ter o apoio do hospital porque é casado com Yang, que vai ganhar com a indenização.


    Japril é caso perdido para quem não gosta dos personagens (euzinha aqui). Shonda aposta nos dois para ser o casal da vez de GA. E como a ABC não é a Rede Globo que leva suas produções de acordo com a opinião pública, eles continuarão sendo o descompasso de cada episódio. E eu continuarei apertando a tecla ff em cada cena.

    Callie e Arizona voltaram a ser Calzona? Como assim? Quando? Depois de seis episódios em que a relação foi marcada por ódio, ressentimento, culpas, acusações e indiferença, a volta que ninguém viu. O momento do perdão e da reconciliação, esperado por milhões, não aconteceu. É certo que o tempo é curto para contar muitas estórias, mas há estórias que precisam ser contadas e o retorno de Calzona é uma delas. Não poderia ter sido tratada assim. Se Shonda gastou um episódio inteiro com a desconfiança da gravidez de April, tinha a obrigação de dar um desenlace decente ao drama que criou para Callie e Arizona, responsável pelas melhores cenas dos primeiros episódios da temporada.

    Mas não. Tá certo que Ari já vinha num processo de recuperação, mas houve rupturas e nós entre elas que precisavam ser melhor explicados, entretanto, como num passe de mágica, ela voltou a ser a pessoa alegre, otimista e brincalhona e até Sofia (fofíssima) apareceu para mostrá-la como mãe. Dois selinhos mal dados em Callie e pronto, Calzona again? No way! Sei que não adianta, mas não aceito.

    Embora tenha ficado feliz e achado a cena final muito bonita e emocionante, fiquei com a sensação de que perdi algo. Faltou a peça principal do quebra-cabeça. A gente vê, sabe o que é, mas a imagem mais importante para completar a cena não está lá, fato que nos faz sentir que a história está incompleta. Vai ficar marcado como o reencontro que ninguém
    presenciou. Pode ser que isso ainda aconteça (todas Calzona na torcida), porque na cena final das duas, quando Callie olha e ri para Sofia, é como se dissesse que ainda há um caminho entre elas que precisa ser percorrido. Pra quem viveu um inferno no início, a reconciliação era para deixá-la mais feliz e com olhos mais brilhantes. Já houve cenas mais apaixonadas entre elas.

    Fora do tema amor, achei o Derek um chato. Não acredita em ninguém e quer ser melhor do que todo mundo. Fez assim com Arizona, no início da 8ª Temporada, no episódio Love, Loss and Legacy e voltou a fazer, agora com Callie. Precisou de um tumor e de uma chamada de Mer para ele voltar atrás, correr para Callie e acreditar que ela é capaz de fazê-lo voltar a operar.

    ResponderExcluir
  3. Eu amei o ep. todinho e de ponta à cabeça, nossa, foi muito bom e tbm conteve a melhor notícia de todas, Mer grávida, nossa, eu n paro de rever essa cena maravilhosa e perfi. Com toda certeza do mundo posso declarar, Mer e Der sempre foram e sempre vao ser MFEO.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, pasmei com vc, deletar de alguma forma meu com. e depois usa-lo como seu. Parbens, muito bem feito.

    ResponderExcluir
  5. Esse episódio vai ser exibido hoje pela sony?

    ResponderExcluir
  6. Eu amei o ep. todinho e de ponta à cabeça, nossa, foi muito bom e tbm conteve a melhor notícia de todas, Mer grávida, nossa, eu n paro de rever essa cena maravilhosa e perfi. Com toda certeza do mundo posso declarar, Mer e Der sempre foram e sempre vao ser MFEO

    ResponderExcluir
  7. Amei ver AZ feliz de novo como esposa, médica e mãe; Callie cuidando dela sem estar presente é simplesmente lindo, e prova novamente o tanto que ela ama sua esposa! Momento Callie ensinando os outros como devem se comportar perto da AZ foi muito fofo; Fora os cuidados e todo o suporte do Alex que eu tb amei... A interna e "as cadeiras" foi oq me fez rir o ep. inteiro. (aliás toda vez que lembro). A parte em que AZ não consegue alcançar o paciente a tempo para analizar os ferimentos, me fez sentir mal por ela, mas gostei de ver que isso não a abalou! E logo em seguida indo visitar Callie na sala, fortalecendo o progresso que estão fazendo. A sua reação a queda me surpreendeu, pq pensei que seria algo sério, mas fico feliz que ela pode rir de si mesma e da sua situação agora.

    A cena final em que a Callie chega no ap. foi perfeito! Amei o olhar preocupado da Callie quando AZ diz que caiu, e o olhar de alegria da AZ quando diz que se levantou de novo. Sofia interagindo com a AZ foi lindo faltava muito isso, estava torcendo muito por um momento família assim, sorrisão Sofia/mexendo no colar da AZ "Oh, do you see my necklace?"- AWWW <3 .. Da para notar que Callie ainda se mantém cautelosa em não estragar nenhum avanço que já tenha feito, seu olhar/sorriso de felicidade admirando elas mostrou que estão caminhando na direção certa.

    A série tem esse grande erro de pular detalhes importantes (que fazem toda diferença). É ai que a gente tem que por a imaginação pra funcionar, a partir do (9x03) elas começam a se reaproximar, dando início a uma pequena reconciliação. Então 9x07 é como uma fachada de felicidade, onde AZ estava tendo um dia bom de volta ao trabalho, aceitando grande parte da sua nova vida, passando um tempo como mãe com Sofia e principalmente retomando a sua relação com Callie; O que significa uma grande recuperação da vida que ela tinha, e varrendo os problemas para debaixo do tapete facilita mais nesse progresso, mas não é esquecido, por isso acredito que em ep. futuros esses pontos de interrogações que existe na relação delas irão ser expostos, uma hora ou outra elas terão que enfrentar tudo que foi feito e dito, a muito a ser resolvido entre ambas, e isso é grande demais para ser resolvido tão rápidamente. Então não podemos dizer que elas se recuperaram completamente. Eu como todos queria muito ver o primeiro contato delas, se reaproximando, ou até msm palavras; Mas da msm forma amei ver momento bonitos, amorosos, felizes.. e finalmente como uma família unida de novo.

    *McBaby is coming! Eu amo Zola, mas Mer/Der merecia muito uma bebê "real", depois de tantos anos. O discurso encorajador pra April, foi fantástico mostrando como Meredith mantém os pés no chão em relação a gravidez.
    *Cristina incorporando o (R.I.P Dr. Thomas) me fez lembrar de como ele a mudou, sem deixar de ser Yang; Foi triste, quando ela tem uma lição sobre o verdadeiro amor, e resolve deixar o orgulho de lado procurando o Owen, ele já vem com outros planos (por causa do acidente) colocando um fim nas esperanças dela, foi de parti o coração.

    Gostei do ep. foi bem cômico e teve suas pitadinhas de românce (tb me emocionei com o interno) e o final foi encerrado com cenas PERFEITAS de jus ao título mostrando que pelo menos dois casais da série Calzona/MerDer são sim feitos um para o outro. [Crowen tem lá um grande caminho pela frente].

    ResponderExcluir
  8. Caramba, não podemos perder as esperanças em relação a Crowen... Além da promessas de Shonda, temos q lembrar do episódio 8x19, qnd owen disse "i was made for lovin you"... acho q o título desse episódio tbm foi p nos lembrar da promessa dele, de q sempre a amaria, e nunca amaria outra mulher... =)

    ResponderExcluir
  9. valeria silva03/12/2012 15:26

    Eu concordo com vc Geh e tbm com Nserra gostei muito tbm da review feita e em relação a mer e der ja tava mesmo na hora da mer ter outro filho pois eles sempre quizeram,e callie e arizona realmente acho que ficou uma historia mal contata mas acho q ainda elas irão ter essa conversa e acho q vai ser nos proximos episodios,acho q no casamento da Balley elas irão rever e pensar em tudo inclusive no casamento das duas das promessas feitas e tudo mais e entao acho q depois de tudo irão conversar para se intederem de acordo com as entrevistas da linda Sara Ramirez elas irão voltar ou talves ter essa conversa no episodio do casamento espero anciosa pra ver...

    ResponderExcluir
  10. Cara,ela tem que começar a ser passional com as reviews.Sempre tem um ar de que quer falar mal mas tem que se conter de um personagem.

    ResponderExcluir
  11. adorei sua percepção foi isso tudo mesmo.

    Um destaque para: "Da para notar que Callie ainda se mantém cautelosa em não estragar nenhum avanço que já tenha feito, seu olhar/sorriso de felicidade admirando elas mostrou que estão caminhando na direção certa."

    ResponderExcluir
  12. tambem acho que esse "acerto de contas" vai ser feito no casamento da Bailey, justamente por essa questao de promessas e compromissos.
    acho que vai ser bem legal!!

    ResponderExcluir
  13. Olha eu acho que april respirou aliviada pq as coisas não iam ser acelerados, do jeito que ela não planejou. não porque ela n gosta do jackson. Mas que ela tem uma mania de estragar as coisas ela tem.
    Eu imaginei no meio, que seria a Mer a estar grávida, mas não OUSEI ter esperanças kkkkkkkkkkkk shondamaluca rsrs
    Arizona finalmente saiu do mimimi, amém. Callie e Ari junto com Mer e Derek nas cenas finais como ALMA GÊMEAS totalmente in, foi uma catarse!
    Bjinhos Camila ótima review

    ResponderExcluir
  14. Primeira vez que não gostei de uma review. Acho que é porque eu fiquei mega encantada com o episódio e esse texto não me passou tanta empolgação assim...

    ResponderExcluir
  15. Eu acho que a conversa entre as duas para uma reconciliação plena vai rolar no episódio 10, Shonda disse que o momento mais bonito entre Calzona está neste episódio que inclusive até a fez chorar....

    ResponderExcluir
  16. caraca serio??? ainnn isso é pra matar de ansiedade!!!

    ResponderExcluir