11/11/2012

9x05 - Beautiful Doom - Review

BY Karina IN , 48 comments


Apenas Meredith e Cristina. Para quê mais?

Essa semana é uma daquelas em que a fé abalada em Grey’s Anatomy pode ser restaurada. A série se dedica a apresentar um episódio de estrutura simples, com foco nas duas grandes protagonistas, cada uma em um canto, com seus problemas, rotinas e dramas, mas sem jamais deixarem de estar interligadas. Meredith é a pessoa de Cristina. Cristina é a pessoa de Meredith. E assim, o episódio ganha força dramática absurda e emociona daquele jeitinho tão tradicional de Grey’s Anatomy.

A trama cresce exponencialmente e dá para prever que as histórias vão se cruzar além da linha telefônica. A gente só não faz ideia de que vai chorar (e muito) com um resgate e com uma morte. E antes que alguém diga que tem mortes demais na história recente da série (e eu não discordo dessa afirmação), farei uma defesa da que ocorre nesse episódio. Ela é absolutamente pontual e vem para marcar a evolução de um dos personagens. Ela não é feita para chocar nem nada assim e se encaixa perfeitamente nas intenções do roteiro.

É impressionante notar como a relação entre Cristina e Dr. Thomas se desenvolveu profundamente em apenas cinco episódios. É também notável nosso envolvimento com eles e essa é a parte mais importante, provavelmente. Dr.Thomas, que começa irritando Cristina com seus métodos arcaicos, se transforma num mestre. Ele é o primeiro amigo que ela faz depois do acidente, talvez o primeiro amigo verdadeiro desde Meredith. Para ele, essa amizade e o companheirismo profissional têm força imensa e logo já torcemos para que Dr. Park se exploda. Cheguei a cogitar que Cristina voltasse para Seattle e levasse Thomas como uma espécie de sidekick.

Cada diálogo dessa dupla ia dando mais e mais força para a situação. Não era só a luta por princípios e por dignidade, era uma questão de salvar vidas e praticar a medicina sem que egos costurassem o caminho. Thomas ensina para Cristina que o que importa é o paciente. O que importa não é apenas ser o melhor e ser bajulado. É saber manter a cabeça no lugar e ter a grandeza de passar para frente seus conhecimentos. Tudo o que está contido nas conversas deles é lindamente construído. As piadas internas, a imposição natural de respeito, o aprendizado. Quando Dr.Thomas literalmente “cai durinho no chão”, as lágrimas são inevitáveis. Cristina está perdendo mais alguém e é isso que a conduz de volta para casa e para sua melhor amiga. Não poderia ser mais perfeito.

Em Seattle, cada atitude da nova Meredith chega a dar orgulho. Creio que nunca gostei tanto da personagem como agora. Uma mulher independente, decidida e que se equilibra entre trabalho e família. Mesmo com tudo por que passou, Meredith não endureceu. Não perdeu a alma e a candura. É por isso que torcemos para que ela salve a paciente acidentada. Não é só ela quem precisa disso, mas nós também. Num mundo cheio de desgraças, alguém precisa ser salvo. É preciso acreditar que na pior situação o importante é não desistir antes da hora. Meredith usa seus talentos e conhecimentos para provar isso a si mesma e aos colegas.

Ganha respeito do Chief, dos internos e até de Bailey. A cena entre as duas, com os telefones das babás, pode parecer boba, mas não é. Bailey é uma pessoa difícil de agradar e ali, Meredith provou seu valor, como profissional e como mãe. Não dá para negar que todo o imbróglio com Zola, passando de mão em mão é engraçado (e mais engraçado é mandar nuggets de peixe pra o Brasil Day na creche) e essa dose de leveza cai como uma luva. Dancinha de 30 segundos, super merecida.

Foi muito bom ver esse episódio mais “limpo” e sem tantos focos variados. As aparições de personagens foram pequenas e uteis, mas não roubam a cena das atrizes principais. A folga de certos dramalhões também foi excelente para nos deixar respirar. Esse era o momento de reunir Meredith e Cristina e elas mereciam destaque. Ninguém (talvez só o público) sofreu mais do que elas com o acidente de avião e aí, quando ouvimos aquele desabafo - “Lexie morreu.” – durante o abraço de reencontro é impossível não se entregar novamente, diante da certeza de que Grey’s Anatomy, mesmo com tantos erros e tropeços, é grandiosa quando acerta no alvo.

P.S* Não quis incluir essa pequena crítica no meio da review, porque convenhamos, o episódio é ótimo, mas tenho uma reclamação sobre a sonoplastia. Nunca, em anos assistindo seriados variados, eu passei por isso. Nunca eu confundi efeito sonoro com defeito no meu fone de ouvido. Aquele eco medonho durante as ligações entre Meredith e Cristina (e em alguns momentos fora de propósito) foi completamente dispensável. Saí perguntando para as pessoas se o problema era comigo, se meu arquivo estava corrompido. Nada disso. Esse foi um defeito técnico complicado e que teve o poder de dispersar meu foco dos diálogos. Como sou teimosa, revi e sofri duas vezes, tentando prestar atenção ao que era dito e não no que ecoava de forma amadora nos meus ouvidos. Definitivamente a produção merece um puxão de orelhas.

Escrito por: Camila Barbieri | Fonte: Séries em Série

48 comentários:

  1. Mais uma ótima review, bem coerente! =) Concordo em todos os aspectos, inclusive em relação aos "efeitos" de áudio...

    ResponderExcluir
  2. Camila Barbieri, me emocionei de novo assim como na exibição do episódio lendo sua review. Perfeito! O foco foi voltado para as duas num momento crucial! O timing da Shonda pra esse detalhe é louvável, genial!
    Todas as honras ao Dr. Thomas, ele conquistou o público em 5 episódios como April nunca conseguirá em temporadas inteiras!
    Sobre a sonoplastia, eu quero acreditar que isso foi um erro da produção, um problema técnico em vez de uma decisão pensada e executada. Se eles colocaram esse Eco de propósito, eles assinaram atestado de péssimos sonoplastas, porque foi horrível! Mas como dito, nem isso estragou a emoção de assistir a esse episódio!
    Go Meredith! Go Twisted Sisters!

    ResponderExcluir
  3. verdade cheguei a trocar de fone de ouvido duas vezes, e brigar com a minha caixa de som até me tocar que eles eram inocentes

    ResponderExcluir
  4. Muito boa a review! foi realmente tudo isso, até o defeito horrivel do som. fiquei surpresa em saber que o problema nao era meu pc ou o arquivo.
    esse episodio trouxe novamente a boa e velha formula de Greys que nos emociona tanto.
    Espero que o proximo episodio seja tao bom como esse, com todos os atores de volta e uma bela historia. =)

    ResponderExcluir
  5. Brasil se infiltrando na série, amei (até que enfim um agrado Shonda) U_u . Eu pensei que não iria gostar do ep. pelo fato das duas estar longe! Mas ao contrário eu gostei mais do que imaginei. As transições foram incríveis e tiveram conexão uma com a outra.
    O ep. era centrado em Mer/Cris e nisso foi ótimo e lindo, mostrando que msm longe de alguma forma continuavam perto uma da outra; A correria e preocupação delas em salvar as paciente foi muito bonito e deixou claro o quanto levam a sério sua profissão; Agora a parte do luto da Lexie talvez faltou alguma coisa (pelo menos pra mim) não sei, esperava mais emoção, lágrimas talvez (ao menos um flashback, ou até msm Meredith olhando uma foto dela/delas) algo do tipo; Para representar mais essa parte de perda/luto.Mas a Mer me surpreendeu o quanto ela amadureceu, não deixando as emoções pessoais interferir e mostrando aos outros e a si msm que é muito capaz de salvar uma vida. E por fim se livrando de vez desse sentimento interior de culpa.
    Eu amei as partes da Cristina; E me emocionei na cena da cirurgia, em que ela novamente passa por oq seria mais um trauma pra sua lista, mas que acabou se tornando uma lição de vida! A cena em que ela tem que dar notícias ao namorado da paciente, sabendo que "sua pessoa em Mayo" havia acabado de morrer, foi de parti o coração. Gostava muito da amizade dela com o Dr. Thomas, pq ele aceitava a Cristina do jeito que ela é e principalmente não tentou diminuí-la ou muda-lá, mas sim a ajudou a controlar seus medos/emoções fazendo ela crescer mais ainda; A sua morte foi realmente uma pena, mas só assim ela voltaria a realidade e pararia de fugir de seus traumas, e tb perceber que seu lugar não é ali; O tão aguardado reencontro na cena final, foi lindo e mais que isso foi até divertido; Eu já disse antes que amo a amizade que elas tem, prova viva de lealdade/companheirismo que não se vê mais nos dias de hoje seja a pessoa casada/solteira... Enfim! Cristina voltou, mal posso esperar pra ver os internos sofrendo nas mãos dela.
    Outra que roubou totalmente a cena foi Zo Zo *-* eu amo a interação que a Zola tem com o elenco! Desde pequena já tem o dom de interpretação! Então em geral, eu realmente gostei do ep. pelo menos podemos concluir que Yang/Grey os pilares da série ganharam um ep. muito digno!

    (Quanto ao áudio, vou descartar críticas porque o ep. compensou essa " falha " proposital ou não)

    ResponderExcluir
  6. "Todas as honras ao Dr. Thomas, ele conquistou o público em 5 episódios como April nunca conseguirá em temporadas inteiras!" CONCORDO PLENAMENTEE!!!

    ResponderExcluir
  7. "Todas as honras ao Dr. Thomas, ele conquistou o público em 5 episódios como April nunca conseguirá em temporadas inteiras!" CONCORDO PLENAMENTEE!

    ResponderExcluir
  8. Apenas Meredith e Cristina. Para quê mais? FATÃO!!

    ResponderExcluir
  9. Concordo plenamente com a pequena crítica de Camila. Eu também, de início tive essa mesma duvida, se era um problema com meu arquivo que estava corrompido ou realmente uma falha deles. Mas enfim, tirando essa questão, o episódio foi muito bom!

    ResponderExcluir
  10. O episódio que mais gostei, desde que a nona temporada começou. Talvez seja porque as duas são as minhas preferidas, mas talvez não, acho que estava realmente muito bom. Só o negócio do eco nas falas dos personagens... Eu também achei que era problema no arquivo, fiz cara feia quando vi que não era, rs. Tirando isso, tava perfeito. *-*

    ResponderExcluir
  11. Eu, que tenho como minha preferida na serie a Cristina Yang, amei esse episódio. A linda conexão dela com o Dr. Thomas foi uma das melhores coisas de Grey's Anatomy. Esse episódio está entre os meus três preferidos na série inteira. E, por fim, Meredith e Cristina bastam pra serie ser a melhor de todas, os outros personagens são os detalhes pra essas duas brilharem.

    ResponderExcluir
  12. Tanise Mello12/11/2012 00:13

    Só eu fiquei toda arrepiada com a narração do Dr. Thomas? "Breathe, Dr. Yang."
    Acredito que isso tenha acontecido pra mostrar pra Cristina que não é só no Seattle Grace Mercy Death que acontecem tragédias/situações traumáticas, que podem acontecer em qualquer lugar, e creio que foi isso que fez ela voltar.

    ResponderExcluir
  13. Igor Rodrigues12/11/2012 00:36

    Nossa, eu já ia dizer que ou a Insubs estava bebendo tequila ou era eu... Ainda bem que não fui só eu que senti esse eco (e que eco chato) no diálogo das duas. Não conseguia me concentrar neles, e eu assisti duas vezes, uma ao vivo, e outra com a legenda da insubs. Da primeira vez achei que era meu fone ou eu estava sendo chato, da segunda (coitada da Insubs hahah) achei que fosse a insubs. Deveriam tomar um puxão de orelha esses técnicos de som.

    ResponderExcluir
  14. só não entendi uma coisa: esse era o episódio que a shonda prometeu que a mer ia finalmente falar/sentir a morte da lexie??? se for, foi decepcionante.

    ResponderExcluir
  15. 'Brasil se infiltrando na série, amei (até que enfim um agrado Shonda)'



    Engano seu... Tem um episodio (não recordo qual) em quem uma paciente chega e fala que vai viajar para o Rio e não poderia ficar doente. Ela até manda um 'Você tem camisinha?' para a Meredith que claro não entende o que a senhora disse e responde com 'I'm fine.' (ou algo assim). E depois ela explica o que ela disse e ela está viajando para se 'divertir' e ela só precisa saber daquela frase.

    ResponderExcluir
  16. Gosto da Cris,detesto Meredith...faltou ARIZONA

    ResponderExcluir
  17. Parabéns pe texto!!1

    ResponderExcluir
  18. Olá, gostaria de dizer que leio todos os seus reviews e geralmente concordo com suas opiniões, inclusive a desse episódio. Só tem uma coisinha que você citou que eu não concordo e não achei justa. Você cita que ninguém sofreu mais com o desastre do que Meridith e Cristina, acredito que todo mundo concorde mesmo quem não é fã do personagem que, quem sofreu mais e continua sofrendo é Callie, certo? Abraços.

    ResponderExcluir
  19. Qd eu assisti achei mega estranho esse erro no som, mas depois de tb duvidar que meu note estava me traindo cheguei a conclusão: neste episódio nós escutavamos os pensamentos delas acho que esse "erro" se tratava justamente disso esse duplicidade na fala tb se tratava dos pensamentos das duas enquanto conversavam. Pq senão for isso realmente não sei o que pensar pq daí erraram feio. No mais episódio perfeito e que venham mais

    ResponderExcluir
  20. Na hora em que Mer falou " ... e nós somos o Brasil"... Meus olhos *0* kkkk
    Quando olho para Mer, principalmente neste episódio, ví uma Bailey porém mais forte e dedicada.
    Cristina me encanta com o seu jeito misterioso de ser. E mesmo por pouco tempo, Dr.Thomas já me encantou.. Uma pena ter partido tão cedo..
    Episódio realmente claro que dá para se focar no assunto principal, Mer e Cris;
    E o audio durante as conversar por telefone? Péssimo! Tive que assistir umas 3 vezes kkk

    ResponderExcluir
  21. Foi definitivamente o melhor episodio da temporada.... Sobre o audio, eu tenho quase certeza que foi um problema de transmissão, não fez sentido aquele eco bizarro!!!

    ResponderExcluir
  22. hahaha...
    vishi....e eu pensando que aqueles "ecos" eram pq meu arquivo estava corrompido O.o

    ResponderExcluir
  23. Eu acho fundamental não falar ''mal'' de nenhum personagem,por mais que você não goste dele.Eu também não acho graça na April,mas muita gente gosta dela e para muita gente,ela cativou sim.Gostei muito do Dr.Thomas,é uma pena ele ter morrido,mas só assim Cristina voltou para Seattle.

    ResponderExcluir
  24. Não lembro desse ep. mas tudo bem, da na msm *segundo agrado então. :D

    ResponderExcluir
  25. na verdade nas duas vezes que me lembro que já haviam citado o Brasil não foram boas referencias... Teve esse episodio que a Rafhaela citou no qual a paciente quer ficar boa logo pra poder transar muito no Rio de janeiro(Brasil visto como promíscuo, maginaaa). Já o outro episódio é aquele que o Diretor do Hospital aparece com um candiru na bexiga, que ele contraiu quando ele entrou no rio Amazonas nu junto com a amante-secretária. Não lembro se chegam a citar o Brasil de fato, mas acho que só pelo nome do rio já dá pra sacar.(Brasil visto como promíscuo, maginaaaaaaaa).
    Pelo menos dessa vez não teve nada de sexo relacionado ao Brasil kkk

    ResponderExcluir
  26. Ele foi de extrema importância pra série mesmo. Gostei da Shonda ter criado essa conexão entre Cristina-Thomas, fez a Yang rever vários conceitos, ele contribuiu muito pro crescimento dela.

    ResponderExcluir
  27. Não falei mal da April, até gosto muito do romance dela com o Jackson, só que sem papo de virgindade toda hora. A questão é que o Dr. Thomas se tornou querido de 95% dos fãs de Grey's em tão pouco tempo, e se pararmos para pensar, a April ainda não conseguiu ou nem sabemos se conseguirá tal aprovação um dia.

    ResponderExcluir
  28. kkkk mas se for ver essa é a imagem que muitos tem do Brasil (infelizmente) não sei se vc chegou a assistir um filme que fizeram " turistas " detonaram o Brasil legal, se não detonaram ajudou a circular mais ainda esse rótulo que o país tem u_u fazer oq neh (triste realidade de algumas partes do Brasil).
    Quanto a esses ep. eu não consigo me lembrar (memória fraca kk) vou vê se acho pra tentar rever (:

    ResponderExcluir
  29. Bem o episoodio foi bom, n axo q foi maravilhoso,pois achei q faltou alguma coisa mais emoção por parte da Meridith em releção a Lexie. Ja Cristina essa sim foi show, so vi o epi por causa dela..............Sou fan da Cris mais e n concordo q ela e a Meridith conseguiriam leva a serie sozinhas n tem como, a muito tempo q a Mer ja n é unamidade entre os fans ....Hoje em dia Callie é essa pessoa ...E convenhamos Callie,Derek e Arizona são os q.mais sofreram com o acidente..

    ResponderExcluir
  30. concordo com a Nashila e acho que esses comentários servem é pra gente discutir e dar a nossa opinião mesmo....

    ResponderExcluir
  31. certeza, eu acho que ela sofreu mais! ainda mais sabendo que no próximo episodio o Derek vai culpa-la pela cirurgia da mao. Gente onde isso vai parar? a mulher vai se suicidar de tanta culpa e tristeza!
    Se a Arizona nao voltar as boas com ela logo nao sei nao....

    ResponderExcluir
  32. É verdade. A Shonda ta malvadinha com ela essa temporada.

    ResponderExcluir
  33. Concordo com a Geh sobre a lexie.Me lembro de que a shonda disse que teria um episodio amavel onde a mer realmente `chora` a morte de lexie. Só to dizendo isso pq eu gostava muito da lexie. Mais o episodio foi muito bom!Aquele abraço das duas foi demais!

    ResponderExcluir
  34. Andréia Fernanda12/11/2012 20:42

    Eu lembro desse episódio Rafhaela, e é incrível como para os "estrangeiros" só existe promiscuidade no Brasil.
    Às vezes eu acho melhor nem ser citado. :(
    Mas enfim...
    Cristina is BACK. *-*

    ResponderExcluir
  35. Andréia Fernanda12/11/2012 20:44

    Mais uma que concorda. \o/

    ResponderExcluir
  36. Isso é certo: é impossível não se
    entregar novamente, diante da
    certeza de que Grey’s Anatomy,
    mesmo com tantos erros e
    tropeços, é grandiosa quando
    acerta no alvo.
    Eu amo cada vez mais essa série!!

    ResponderExcluir
  37. Andréia Fernanda12/11/2012 20:55

    Também tenho medo da Torres começar a se sentir muito rejeitada e cair na estrada com a Sofia abandonando tudo. kkk :(
    Eu adoro a Grey e a Yang, mas sempre tive um carinho especial pela Torres, não sei porquê.
    E ver ela sofrendo desse jetio é fodá.
    Espero que a maldade da Shonda esteja com os dias contados. hahaha

    ResponderExcluir
  38. Melhor review de todos os tempos para o melhor episódio da temporada. Minha expectativa para essa trama focada em Meredith e Cristina era enorme e eu não me decepcionei nem um pouco. Lexie sendo lembrada indiretamente NA MEDIDA CERTA foi perfeito e o abraço das duas após a constatação de que "Lexie is dead" foi melhor que um sofrimento escancarado. Amei, amei. Que venham mais muitos episódios nesse estilo.

    ResponderExcluir
  39. Eu nem achei que no episodio passava essa imagem assim do Brasil... Analisando o episodio é uma senhora é já tem um doença em estagio terminal (se não me engano) e aproveita o resto da vida pra viajar pelo mundo e ter aventuras (sexuais ou não). O que acontece com muita gente na vida real... quem não quer viajar e ter historias pra contar (não necessariamente sexuais e não necessariamente quem está no estagio final da vida).
    Não estou defendendo a serie, só que de verdade não achei nada promiscua a colação.

    Eu sei que a visão que temos la fora não é das melhores. Além do mas tem países muito mais 'liberais' e não-hipócritas que o nosso pra quem procura se 'divertir' de todas as maneiras e os americanos sabem disso. Pena que as vezes o nosso leva toda a culpa de promiscuo.

    ResponderExcluir
  40. Concordo!
    Acho que as pessoas confundem, não gostar é diferente de ter que falar mal. Entre as duas principais protagonistas eu sou 100% do time da Yang, na verdade não sou fã da Grey, pra mim ela é indiferente, a não em certos momentos em que ela interage com a Cristina (como nesse episodio), fora isso pra mim ela não faz muita falta não. Mas claro ela tem o seu valor na série. E não é porque eu não seja fã dela (Meredith) é vou me achar no direito de falar cobras e lagartos do personagem. Enfim... Ninguém é obrigado a gostar de ninguém, é tudo uma questão de respeito e bom senso.

    ResponderExcluir
  41. Teve também quando a mãe do Jackson foi dar tipo uma palestra e em algum ponto ela disse "No Brasil não tem café o suficiente pra isso", uma coisa assim...

    ResponderExcluir
  42. Tão cedo? o cara tinha uns 100 anos ..kk (eu entendi o que vc quis dizer, foi só uma piada msm, desculpa ae qqr coisa)

    ResponderExcluir
  43. para alem do "defeito" tecnico eu tb passei o epi td pensando "q raio se passa com a pele da ellen?" Entao nessa cena da foto de cima ela parece uma pessoa com aí uns 50/55anos. Com uma produçao c uma equipe de caracterização/maquilhagem tao boa nao percebo... nao acho q esse seja o aspeto dela na realidade, ela nao esta assim tao acabada..!

    ResponderExcluir
  44. Esse episódio foi pra mim "O episódio" dessa temporada. Tudo ligava, tudo emocionava e tudo tocava. Sou suspeita a falar de Meredith, porque junto com Derek, formam o casal mais querido e amado, que particularmente, trato/falo deles como se fossem próximos a mim. Mas Cristina e sua relação com o Dr.Thomaz, foi pra mim, a melhor relação com pequena duração que existiu nessa série! O fato de eu ser apaixonada em "velhinhos" pode ter tido grande efeito nisso, porque é inexplicável o amor que criei nos dois juntos. Vê-lo morrendo foi pra mim como aquela angústia repentina, que olha, doeu, e doeu muito. De verdade, eu não tinha associado a moça acidentada com Lexie, até que o Chief disse, depois só conseguia relacionar Lexie com todas as partes, o que deixava esse episódio mais dramático. Masssss ver Shonda Rhimes infiltrando Brasil na série, foi tão lindo rs rs rs. Só sei que essa série um dia acaba comigo... Ahhhh, e senti falta do Derek, fiquei imaginando que naquela parte em que Meredith insistia com o "Pipi no vasinho, Pipi no vasinho", Patrick Dempsey estava atrás das câmeras arrancando o sorriso dela, coisa de fã sabe?? Mais valeu, episódio épico.

    ResponderExcluir
  45. Marcela Caetano17/11/2012 01:17

    Concordo completamente! Também achei que tava com algum problema na hora das falas ao telefone. Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
  46. Tanise Mello25/11/2012 00:05

    Também notei que o rosto dela tava estranho, parecia manchado... :S

    ResponderExcluir
  47. Dei graças a DEUS por esse velho chato morrer!!!! Só assim pra minha querida Cristina Yang voltar pro Seattle Grace Mercy West!!! e a April é muuiito LEGAL!!

    ResponderExcluir
  48. bm achei que meu fone tava com defeito por causa desse efeito sonoro que colocaram

    ResponderExcluir