07/04/2012

8x18 - The Lion Sleeps Tonight - Review

BY nathycalassa IN , 9 comments



Matando um leão por dia.


Essa semana o Seattle Grace Mercy Death virou uma verdadeira selva e o desafio, para a maioria, foi escapar de predadores e sobreviver. Pode até parecer piada, mas não é. Shonda Rhimes adora esse tipo de metáfora e foi exatamente o que vimos em mais um bom episódio, caprichado em resolução de alguns dramas deixados em suspenso antes do hiatus.
Para começar, temos Teddy, a personagem com quem as pessoas menos se importam e que não consegue lidar com a morte de Henry. Está mais do que na hora de ela permitir a si mesma seguir em frente, embora eu entenda que deve ser realmente difícil abandonar a ideia de casamento ideal que ela ainda guarda.
Minha impressão é a de que Teddy está sozinha e perdida. Tem lá sua amizade com Callie e Arizona, mas fora isso, ela é a personagem mais avulsa da série. Ultimamente, o roteiro se esforça para integrá-la – o caso com Henry é prova disso – mas ainda não sinto firmeza.
Karev, por outro lado, está sólido e saindo do ciclo vicioso de sua vida. Não era apenas uma impressão minha. A série está colocando essa história que se repete na vida dele como um padrão de forma problemática, para realmente fazer Karev evoluir e criar limites na relação médico/paciente. Mesmo assim, dá para perceber que a frieza nele é forçada e que, no fundo, ele está morrendo por não ajudar mais no caso do menino Tommy.
O lance do leão foi muito bem colocado, de diversas maneiras. Primeiro, rendeu momentos lindinhos com Zola imitando o bicho, além de ter alimentado a disputa entre Richard e Avery. Esses dois mandaram bem no quesito cômico, com cada comentário pontual sobre o quão idiota é se jogar na boca de um leão faminto para salvar uma garota que você mal conhece da Internet.
 Foi bem surreal, na verdade, mas o pior é que existe mesmo gente doida a ponto de acreditar que animal selvagem, se criado em casa, vira parte da família. Adorei a sala de “troféus” de Richard e realmente, fiquei intrigada com as luzes de Natal. Ele nem precisou explicar para que eu entendesse de onde saíram as pequenas lâmpadas festivas.
Outro bom destaque veio para Callie e Arizona, vivendo o drama da lista de ex-namoradas sem fim. Já que as duas saíram um pouco da trama central de Grey’s, foi importante mostrar que elas ainda existem e podem render momentos bacanas. No lado mais sentimental, o casal de velhinhos foi importante para Teddy começar sua mudança e sua compreensão.
A indefinição entre Lexie e Sloan está começando a ficar cansativa. Sempre fui da torcida oficial desse casal desde que o Lexie quebrou o pinto de Sloan, então, imaginem que para mim, dizer que está cansativo é realmente complicado. Entendo Mark ficando na dele, afinal, ele tem uma namorada e planeja um futuro com ela, mesmo que eles não sejam “almas gêmeas”.
Por outro lado, não sei o que mais Lexie precisa fazer para mostrar interesse e fazê-lo agir um pouco também. Essa menina apareceu na porta dele com a desculpa de um “play day” no Dia dos namorados. Não é dica suficiente? Começo a achar que não teremos avanços.
O que mais me impressionou, no entanto, foi a presença muda de Cristina. Ela sequer precisou falar muito para que soubéssemos de sua dor e o que estava na cabeça dela. Cristina lida com seus problemas e desafios em silêncio, sozinha.
Owen, por outro lado, precisa falar e acaba soltando até para Meredith a merda que fez. E ainda havia quem achasse que a traição era figurativa.  Ele admitiu ter feito sexo com outra pessoa e Cristina, para perdoá-lo, entrou na difícil missão de construir corações.
Achei muito bonita a relação feita entre o projeto científico e a vida de Cristina, mas não sei se é possível resolver esse impasse assim. Quem sabe quando Cristina jogar umas trezentas tigelas cheias de cereal na cara de Owen? Cena final épica.


Escrito por: Camis Barbieri
Fonte: Séries em Série

9 comentários:

  1. episodio sem merder :/ , muitas poucas cenas !

    ResponderExcluir
  2. foi um bom episódio....muito bem colocado a Cristina quase sem falas, como a Sandra Oh é uma grande atriz gente, mas sem falar ela nos passou todo o sofrimento da personagem!! E o cereal na cara do Owen foi simplesmente a cereja do bolo...nota 10 para Sandrinha!!

    ResponderExcluir
  3. amei o episodio cômico a preocupação de Callie quantas mulheres Arizona pegou me deixe viu,mais amei.

    ResponderExcluir
  4. amei a liçaõ de moral de Mark com Callie passado é passado Arizona passou poucas e boas com ela.

    ResponderExcluir
  5. Esse episódio trouxe de volta uma coisa que eu amo : cenas de Callie e Mark.Não como amantes,mas sim com melhores amigos.Eu sou viciada nas amizades das séries.
    Amei a última cena Calzona.^^
    Zolinha imitando o leão,que fofa gente!
    A Cristina jogando cereal no Owen foi incrível,entrou para minha lista de cenas favoritas da série. Sem palavras para atuação da Sandra nesse epi,ela sabe como ser diva!

    ResponderExcluir
  6. Amei todas as cenas de Calzona e a cena da tigela De cereal foi épica!!
    O Owen tomou na cara dessa vez literalmente!!
    Kkkkk

    ResponderExcluir
  7. Sandra Oh é com certeza uma das melhores atrizes da série e honra isso desde a 1 temporada. Callzona incrível como sempre.Mark e Lexie tem que se resolverem logo porque está se tornando cansativo esse mas tia Shonda gosta de um drama mesmo. MerDer fofos como sempre e a tigela na cara do Owen? best!

    ResponderExcluir
  8. Arizona, sua linda, vem nimim....

    Sandra Oh.... sem palavras. A mulher é atriz demais da conta.

    ResponderExcluir
  9. nessa temporada (até agora) foi o episódio mais hilário que já vi... ri muitoooo com as caras da Callie (meio que ciúmes) com a Arizona, o Webber e Avrey com cenas também muito hilárias, Cristina não falou muito, mas a sua cara falava por si só... O Webber tossindo quando a Callie tá conversando com Mark e o mesmo dizendo pra ele não se meter e não falar nada, e ele todo sem jeito dizendo o que achava usando um exemplo de um paciente que bebe, a lista enorme de ex da Arizona, e o Mark dando uma lição na Callie, e a Callie notando que ela não tem direito de reclamar de ex... e a Meredith e o Derek no final fechou com chave de ouro... muito bom episódio...

    ResponderExcluir