11/01/2012

8x10 - O caso médico da Bailey

BY Milena Pais IN , No comments

Hipertermia maligna
(Escrito pela Meg Marinis, diretora de Pesquisa Médica)


O que diabos aconteceu na cirurgia de Michael? Ele não teve apenas um ferimento no fígado em função do acidente de carro?

Michael sofreu uma laceração hepática grau 4, o que Meredith e Bailey tinha começado a reparar com sucesso, mas depois seus órgãos vitais começaram a falhar. Sua temperatura inexplicavelmente disparou, sua frequência cardíaca aumentou rapidamente, e seus níveis de dióxido de carbono subiram. Se não fosse o diagnóstico rápido de Ben de hipertermia maligna, Michael não sobreviveria a cirurgia.

Hipertermia maligna é bastante diferente da hipertermia que se associa com a insolação ou infecção.

Hipertermia maligna é uma condição potencialmente fatal que pode ser desencadeada pela exposição a certas drogas usadas em anestesia geral. Em pacientes com risco de hipertermia maligna (HM), esses medicamentos podem induzir uma crise grave, causando rigidez muscular, um colapso nas fibras musculares, febre alta, aumento dos níveis de ácido no sangue e outros tecidos e uma frequência cardíaca acelerada.

Se não diagnosticada e tratada precocemente, MH pode levar a parada cardíaca, lesão cerebral, hemorragia interna, falência de órgãos e até mesmo a morte.

Mas a boa notícia... Ela pode ser tratada! Se não-emergente, a cirurgia será temporariamente interrompido, e o anestesiologista descontinuará o uso de agentes voláteis e succinilcolina. Ele também administrará medicamentos por via intravenosa, como dantrolene, a lidocaína, drogas e até mesmo um beta-bloqueador para ajudar com arritmias cardíacas. A equipe também pode envolver o paciente em cobertores de resfriamento e embalagem com gelo para reduzir a temperatura elevada.

Fonte: ABC

0 comentários:

Postar um comentário