06/11/2011

8x08 - Heart-Shaped Box - Review

BY Milena Pais IN , 16 comments


O coração na caixa disse sim para esse episódio de Grey’s Anatomy.

Será que vocês têm noção de que mais de 1/3, quase metade da temporada de Grey’s Anatomy já foi exibida e que, até agora, não temos nada do que reclamar? Já virou um baita clichê começar os textos elogiando os episódios, mas estamos aqui para isso mesmo. Foi bom sim e queremos mais.

Adorei tudo, tudo, tudo. Fiquei bastante emocionada com a aparição de Mama O’Malley, mas nem tanto por ela, mas sim pelo impacto que ela trouxe para os personagens. Foi aquele momento deles lembrarem dos colegas que já não estão mais ali, mas que marcaram bastante. Não só para eles, para nós também. A morte de George é algo que me surpreendeu bastante na época e lembro de chorar rios quando Meredith descobriu que o homem acidentado era o colega de hospital. Lembram até de Izzie, mas dela eu peguei birra e não tenho saudade, mesmo que eu tenha gostado de muitas histórias em que ela esteve envolvida lá no comecinho da série.

As cenas de Mama O’Malley com Meredith, Bailey e Callie foram todas muito bonitas e construídas para nos pegar de jeito. Comigo funcionou direitinho e imagino que muita gente também tenha feito essa reflexão sobre a trajetória da série, nesses oito anos em que convivemos.

Achei muito legal que essa presença tenha aproximado Bailey e Meredith. As duas deixaram um pouco as brigas e implicâncias de lado para ter uma conversa honesta. Foi bom ver que Bailey está abrindo a guarda e que Meredith talvez (com tia Shonda, nunca se sabe) esteja perto de conseguir a guarda de Zola, livrando a pequena das garras da Assistente Social megaevil.

A crise no casamento de Meredith e Derek parece mesmo ter ido para bem longe, mas estou esperando que alguma coisa dê errado nisso tudo. Não dá para creditar que Shondalinda vá nos entregar uma temporada inteira sem nenhum sofrimento ou grande dificuldade.

Falando em dificuldade, Lexie passa por uma. Amei o momento em que Avery escolhe ser a nova namoradinha cirúrgica de Mark Sloan, membro fixo do Pelotão da Plástica. Além de muito bem humorada, essa história serviu para abrir os caminhos “espirituais” para Sexie novamente, mas não sei se Little Grey vai tentar mudar o final desse livro.

Ainda no setor de piadas, não deu para evitar o riso com Callie e Arizona e um breve retorno ao armário. Karev todo preocupado em perder suas chances de bolsa em pediatria, esbanjando aquele mau humor de menino birrento também esteve ótimo.

Conseguiram até criar alguma trama para Drª Teddy, mas ela corre o risco de se transformar na nova viúva produzida pelo Seattle Grace Mercy Death. Fiquei com pena de Henry, todo animadinho para ser o médico mais idoso a se formar, só para o coitado cuspir sangue logo depois.

Acho que Hunt ficou bastante apagado depois de assumir a chefia do hospital, aparecendo aqui e ali pra discutir o assunto de interesse de outros personagens, como foi o caso de Derek e suas cirurgias arriscadas. Por outro lado, Richard está cada vez mais falastrão, flutuando bem entre os núcleos e servindo como uma espécie de consciência ou voz da razão.

Reparem bem. Foi ele a começar a reaproximação de Bailey e Meredith, a dar conselhos amorosos para Avery e a mostrar para Cristina o poder do coração na caixa. Simplesmente amei essa história, meio poética e até filosófica, mas muito verdadeira.

Escrito por: Camis Barbieri
Fonte: Séries em Série

16 comentários:

  1. Não tem nada do que se reclamar nessa temporada, episódios dignos lá do comecinho da série.. impecável *---*

    ResponderExcluir
  2. Essa de "coração na caixa me diga..." vai ficar.. já vi o povo no twitter perguntando pro coração.. huahahauhau...
    Ep muito do legal! Emocionante...Chorei na parte da Callie com Mama.. ri litros com as caras e bocas da Arizona.. acho lindo ver um lado emotivo d Cristina e Mer.... Melho ainda, achei um barato a cena do Mark com Derek.. haha.. desabafo..huhuh..
    Bem legal.. anciosa para o próximo!

    ResponderExcluir
  3. Amei o episódio. Para mim, o melhor da 8ª Temporada. Até que enfim, Lexie voltou de verdade. Seu entusiasmo com a estória da paciente escritora para tentar chegar ao fim da sua própria história foi muito lindo.

    Gosto muito da Bailey e essa intolerância com a Mer não me surpreende. Quem não se lembra de como ela tratou Arizona, quando ela assumiu a pediatria. Até chegou a pedir a cabeça dela pro Chief porque Arizona fez um diagnóstico completamente diferente do que ela e o outro médico haviam feito. Porque não gostava de Arizona? Não, porque não suporta sequer pensar que errou.

    Com Meredith é pior porque é maternal. Ela foi residente chefe da Mer e a traição dela a faz se sentir fracassada. Como uma mãe que não soube orientar o filho. Foi o que deixou claro na fala durante a cirurgia.

    Teddy Altman. Mais esposa do que nunca. Não acho que tenha sido egoísta. Apenas sabe da fragilidade da doença do marido e quer aproveitar ao máximo a vida que têm juntos.

    Arizona, sempre Arizona. Fazer Callie mudar de ideia com uma enxurrada de sarcasmo não tem preço. Amo. E morri.

    Avery trocar Lexie por Mark? Acordou, né, Alice?

    Cristina… Cristina também é Cristina. E, Tks, God, não apareceu com o Owen.

    Richard Webber. Será o eterno Chief. Sábio.

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito deste episódio. Acho que a Shonda vem-nos apaixonando pelos personagens e vai começar a brincar com os nossos sentimentos. Os dramas vão começar já no próximo episódio. Até tenho medo do que aí vem... Aguenta coração!

    Ana

    ResponderExcluir
  5. Realmente não temos o que reclamar desta temporada! Perfeita *-*
    Aguardando ansiosamente pelo próximo episódio :)

    ResponderExcluir
  6. ADOREI A FORMA COMO ARIZONA CHAMOU DRA.TORRES À CALLIE

    ResponderExcluir
  7. eu acho que devia ter explorado mais Polly,mais aãe de O´Malley achei e fraco ,mais pelo jeito os outros episodio vem deixando a gente ansiosos.

    ResponderExcluir
  8. Eu tmb acho que a Teddy vai ficar viúva
    Tomara que o drama que vem por aí seja com ela e não com os principais, ta bom que eles tem que sofrer por alguma coisa mais que não seja nada relacionado com morte nem sangue, prefiro seus draminhas pessoais, agora a Teddy, Avery, April e companhia que se explodam TODOS!

    ResponderExcluir
  9. Lembram até de Izzie, mas dela eu peguei birra e não tenho saudade, mesmo que eu tenha gostado de muitas histórias em que ela esteve envolvida lá no comecinho da série. +1

    ResponderExcluir
  10. Cada vez que eu assisto um epi fico com o coração na mão pra que ele seja bom. Medo de não gostar sabe...
    Mas essa temporada... tá incrível mesmo.
    Não tem epi que acabe e eu fique na dúvida.... São certezas, semana após semana.
    Eu achei esse muito, muito denso. Profundo. Meio doído. Aos 4 minutos eu já estava chorando e quando terminou estava sem fôlego.
    Parabéns e obrigada!!!!!!

    ResponderExcluir
  11. hum...tambem gostei muito do epi....

    mas será que ninguem nunca vai esclolher a Lexie????

    ResponderExcluir
  12. Gostei bastante do episódio tb.
    A Cristina sempre hilária, o Chefe será sempre o chefe no cargo ou não, a Callie é sempre a Callie, fica perdida em suas emoções, kkkkkkkkkk, adoro ela e daí entra a Ari e a põe de volta nos eixos, demais.
    A conversa da Bailey com a Mer foi muito boa, ela é sempre a maizona de GA.
    O Derek as vezes é chato, fica se achando demais, aff
    E até que enfim vai começar a troca de olhares, os me toques e a pegação de Mark com a Lexie, hahahaha.

    ResponderExcluir
  13. Gostei do ep,ri mto com as ironias de Arizona!!!!!!!hehehe

    ResponderExcluir
  14. Amei amei amei amei! O coração na caixa foi óootimo! Haha! Finalmente, um possível retorno entre Mark e Lexie começa a aparecer!
    E chorei muuuito qnd a Mama O'Malley ficou td emocionada com a Sophia! Lindo!! *-*
    Mas, msm a crise entre MerDer ter ido pra longe, ainda sinto falta de cenas fofas! A tia Shonda podia ajudar, né?? Haha!

    ResponderExcluir
  15. Sem duvida estamos gostando muitooo dessa 8ª Temporada, está cada episodio melhor que o outro... Muita criatividade...Uff muito emocionada com por a Mama O'Malley fazer relembrar os antigos...
    Ahh... E o coração na caixa foi sensacional!! Adorei

    ResponderExcluir