14/10/2011

8x09 - Sides

BY Milena Pais IN , , No comments

Obs.: Esses sides são disponibilizados pela ABC para realização dos testes e audições, porém os nomes são fictícios. Atenção aos spoilers!

DR. WAGNER, ENFERMEIRA E DANA
Em outro hospital, Dr. Smith entra e para em uma mesa dizendo que estão lá para pegar um recém-nascido. Dr. Wagner (40 anos) corre e se apresenta. Wagner diz que ela nasceu há seis horas e eles poderiam dizer imediatamente que algo estava errado. O raio-X mostrou um bloqueio entre os ventrículos esquerdo e direito. Fizeram o que puderam, mas foi uma luta. Em um quarto, uma enfermeira está olhando uma menina recém-nascida segurando uma máscara de oxigênio de adulto em seu rosto. O bebê não está completamente azul, mas está quase.

Dr. Smith pergunta sobre uma máscara pediátrica, Wagner diz que o hospital não tem setor de pediatria, não têm uma máscara, foi um parto de emergência ou teriam mandado a paciente para outro hospital. A pressão do bebê continua caindo, a frequência respiratória está no limite. Dr. Smith pergunta por que o bebê não está entubado, Wagner diz que eles não tem tubos pediátricos, esperavam que eles trouxessem os mesmos. Dr. Smith abre seu kit, entrega os instrumentos para Wagner que o ajuda a entubar o bebê. Dr. S diz que precisará de outro raio-x do tórax e pede mais dois itens que o Wagner não tem. Dr. Smith e Dr. Wagner se olham apavorados.

Dr. Smith anda com uma maca no corredor. Há uma mulher, Dana, na cadeira de rodas com uma enfermeira na sala de espera. Dr. Smith pergunta por que ela está fora da cama, a enfermeira fala que se ela não trouxesse a mulher, ela viria andando. Dana fica ao lado da maca olhando para seu bebê.

Ela pede para segurar seu bebê. Dr. S diz que ela acabou de passar por uma cirurgia e perdeu muito sangue, então somente quando ela estiver estável. Dana diz que ficará bem, Dr. Smith diz que precisa cuidar de si mesma, para ficar forte o suficiente e poder carregar seu bebê. Ela está em boas mãos. Dr. Smith leva o bebê embora. Dana chora e pede para ir junto, que deveria ficar com ela. Diz que seu bebê e ela deveriam estar juntos, não pode deixá-la, ela é tão pequena, ela precisa ir junto. Ela implora histérica. Dr. Smith ajoelha ao lado da cadeira e diz que estão levando o bebê para o melhor cirurgião pediátrico que existe e que trará atualizações de hora em hora. Dana conta que não deu nome ainda e seu marido está preso em um aeroporto em Toronto. Dr. Smith diz que ela dará um nome ao bebê quando segurá-la em seus braços. Até que isso aconteça, ele/ela vai cuidar dela. Dana concorda.

MOTORISTA
É noite e o motorista leva vários cones para fora do caminhão. Amanda pergunta se é o motor. O motorista não sabe o que é, ele é chamado para outra unidade, mas eles estão no meio do nada e irá demorar. Ele iluminou o local e foi andar, porque viu uma loja e talvez pudessem chamar um reboque. Amanda diz que está congelando e eles não podem sair. O motorista fala com ela: "Você quer morrer? Você está em uma colina, em uma curva, saia do maldito caminhão." e saiu batendo a porta.

LAURA E GRIFFIN (Pais de Drew)
Laura é a paciente, Griffin é seu marido e Drew seu filho de 4 anos. Laura está sendo liberada pelo Dr. Smith, Drew entra com Griffin e fala: "Mamãe!", Laura o abraça e diz que sentiu sua falta.

Dr. Smith diz a Laura para ligar para marcar retorno e Laura faz caretas quando Drew a abraça. Dr. Smith diz para Drew ter calma com sua mãe por uns dias. Diz para ligarem se precisarem de alguma coisa.

Na cena em que Laura está no corredor indo embora, ela pressiona sua barriga sentido dor, mas ela quer sair do hospital. Dr. Johnson passa, Laura acena e apresenta-o para Griffin “Querido, este é o meu cara”. Eles apertam as mãos. Dr. J pergunta se Laura está se sentindo bem, Laura diz que não está acostumada a andar muito ainda, Dr. J diz que lhe arranjará uma cadeira de rodas. Laura diz que isso assusta Drew e que está bem. Dr. J concorda e vai embora enquanto Laura se despede. Ela vira para Griffin que diz o quão importante ela é pelos seus olhos. Laura cai, mas não fica inconsciente. Griffin grita por ajuda.

(Sala de Trauma)
Dr. Smith leva Laura em uma maca para sala de trauma. Ela está inconsciente agora. Griffin está segurando Drew, Dr. S pergunta o que Laura fazia no hospital. Uma resseção intestinal, Dr. Kelly havia acabado de liberá-la. Sua pressão está caindo, Dr. S diz que precisa bipar Dr. Kelly, Griffin pergunta o que está acontecendo, Dr. S pede a enfermeira para tirar Griffin e Drew da sala.

(Sala de Espera)
Dr. Smith diz a Griffin que um dos pontos da resseção de Laura soltou. Eles não sabem ainda o que aconteceu. Griffin pergunta "Isso rasgou seu intestino?" Dr. Smith diz que Dr. Kelly está reparando os danos e que é uma cirurgiã incrível, mas eles não sabem por enquanto qual foi o problema exato. Griffin diz que realmente não entende. Ninguém entende.

Fonte: TWoP

0 comentários:

Postar um comentário